Dicas para visitar a cidade da Guarda

Sé da Guarda Catedral Portugal

Dicas para visitar a cidade da Guarda

Sabiam que a Guarda é conhecida pela cidade dos 5 F’s?

Forte – pela sua posição geográfica, castelo e as muralhas; Farta – pela riqueza do Vale do Mondego; Fria – pela sua altitude e proximidade da Serra da Estrela; Fiel – porque o alcaide-mor recusou entregar as chaves da cidade a Castela durante a crise  de 1383-1385 e Formosa – pela sua beleza natural.

Face a estes atributos, não é por acaso que é muitas vezes considerada como a cidade com melhor qualidade de vida em Portugal.

Esta é uma cidade harmoniosa que nos proporciona tudo o que um viajante precisa: história e património cultural, paisagens de perder a vista, boa gastronomia e boa gente.

Cidade da Guarda Beira Portugal
Vistas para a cidade
Cidade da Guarda Centro Historico-Portugal

Vamos fazer uma visita?

Alguns locais importantes a visitar no Centro Histórico:

Sé da Guarda

Quem já não ouviu falar na Sé da Guarda? É o monumento mais emblemático da cidade. Construída entre o final do século XIV, no reinado de D. João I  e o século XVI com D. João III, esta catedral é um belo exemplar da arquitectura românica, gótica e manuelina. A Sé Catedral está classificada como Monumento Nacional.

Sé da Guarda Catedral
Sé Catedral da Guarda
Sé da Guarda Catedral foto
Nave principal da Sé da Guarda
Sé da Guarda Catedral foto
Transepto da Catedral
Sé da Guarda Catedral
Alçado exterior da Sé da Guarda

Torre de Menagem

A Torre de Menagem encontra-se no topo da cidade, num local que nos proporciona umas vistas fantásticas (a Serra da Estrela por exemplo). Actualmente é um espaço de exposição de património arqueológico.

Torre de Menagem Guarda
Torre de Menagem 
Torre de Menagem Guarda
Torre de Menagem 

Judiaria

Tal como acontece noutras vilas e cidades da Beira Interior, a Guarda também comprova a passagem da comunidade judaica num espaço próprio da cidade conhecida como Judiaria.

Judiaria Guarda
Judiaria na cidade da Guarda
Judiaria Guarda
Judiaria Guarda

Igreja da Misericórdia

Localizada no Largo João de Almeida, esta Igreja é mais um bom exemplar de estilo barroco que perdura nesta cidade. Está classificada como Imóvel de Interesse Publico.

Igreja da Misericordia Guarda Portugal
Igreja da Misericórdia

Torre dos Ferreiros

Esta torre fortificada integra as muralhas medievais e uma das entradas para o interior do burgo. Existem mais duas entradas deste tipo: a Porta do Sol e a Porta d’ El Rei. O monumento está classificado como Monumento Nacional.

Torre dos Ferreiros

Igreja de S. Vicente

A Igreja de São Vicente é um templo de raiz medieval, mas que foi reedificada no séc, XVIII em pleno esplendor da época barroca. O aspecto austero do exterior é contraposto pela riqueza da talha dourada e azulejos do interior.

Igreja de S. Vicente
Igreja de S. Vicente Guarda
Igreja de S. Vicente

Museu da Guarda

Este Museu proporciona um conhecimento mais aprofundado da história da cidade. Nos seus dois pisos encontramos várias colecções ordenadas cronologicamente pelas áreas de Arqueologia, Armamento, Pintura e Escultura.

Museu da Guarda Portugal
Entrada principal do Museu da Guarda
Arqueologia - Museu da Guarda
Exposição de Arqueologia
Arqueologia - Museu da Guarda
Exposição de Arqueologia romana
 Informações úteis

Como chegar

A25 por Porto, Aveiro e Viseu (pela A24), e A23 por Castelo Branco.

Gastronomia

Bacalhau à Conde da Guarda, caldo de grão, bucho com grelos, sopa de castanha, queijo da serra (uma delicia!)

Onde dormir / alojamento na Guarda

Recomendo a Residencial Filipe, quarto duplo – 30 euros / noite com pequeno almoço.


Booking.com

Posto de turismo da Guarda

Praça Luís de Camões, 21, 6300-725 Guarda Tel.: 271 205 530; Email: turismo@mun-guarda.pt

Mais informações, consulta o site da Câmara Municipal.

Facebook Comments

2 Replies to “Dicas para visitar a cidade da Guarda”

  1. Fábio Lopes Corrêa da Silva says:

    Bom dia. Vá ao residencial Filipe. É muito bacana. Estivemos lá em 2010. Muito acolhedor, nosso quarto tinha a vista do sino da igreja. Cidade linda e acolhedora. Boa viagem. Fábio

  2. Olá, adorei o roteiro.
    Gostaria de fazer uma parte de caminhada, seria possível?
    Estarei em fevereiro em Portugal passando 15 dias, me encantei com as aldeias, mas gostaria de fazer um percurso caminhando, lógico que nada de 12 hs de caminhadas, algo mais curto, será que existe esta possibilidade?
    Paulo Lago

Deixar uma resposta