Trilho do Pisão e Nariz do Mundo – Serra da Cabreira

Trilho do Pisão e Nariz do Mundo – Serra da Cabreira

É na Serra da Cabreira, na zona norte de Cabeceiras de Bastoque se localiza o Trilho do Pisão e Nariz do Mundo. Este percurso pedestre, um dos mais belos e antigos do concelho, foi recentemente, alvo de uma requalificação e prolongamento, dada a existência de recursos naturais e patrimoniais de excelência na sua área de influência.

Razões para fazer o Trilho do Pisão e Nariz do Mudo

Este trilho foi desenhado com base em dois elementos fundamentais: o Pisão e o conjunto paisagístico formado pela Ribeira de Cavez e o Nariz do Mundo. No primeiro elemento, falamos de um edifício (actualmente em ruínas) onde até há cerca de 50 anos se vinha pisoar (apertar) a lã e moer a farinha, enquanto no segundo, se destaca a linha de água que forma o vale mais bonito desta terra minhota onde o ponto privilegiado para desfrutar dessa paisagem deslumbrante se designa de Nariz do Mundo.

O percurso tem inicio na aldeia de Formigueiro, freguesia de Riodouro e vai descendo em declive acentuado até chegar ao Pisão, que se situa junto da Ribeira de Cavez. Nas ruínas do edifício ainda é possível observar alguns artefactos pertencentes ao antigo engenho e para o transporte da farinha recorria-se aos burros. Atravessando a ribeira, o trilho vai serpenteando pelas vertentes sempre a meia encosta e em perfil estreito rumo ao Rebolar, local onde deparamos com uma paisagem rural de cortar a respiração: os lameiros de Meijoadela, uma beleza praticamente desconhecida e comparável ao paraíso de Sistelo, o pequeno Tibete Português

O passo seguinte leva-nos ao Cabeceiras Parque Aventura, antiga casa florestal convertida num equipamento para os amantes de desportos de natureza. A partir daqui, a senda continua até ao pico do Nariz do Mundo, um dos pontos altos da caminhada, e de seguida, prepare a máquina fotográfica para a visita à cascata do Poço das Relvas.  A cerca de 300m encontra-se Moscoso, aldeia caracterizada pelo núcleo preservado de casas de arquitectura popular. A caminhada termina com o regresso à aldeia de Formigueiro. Para acabar em beleza, sugiro a visita a um dos restaurantes da aldeia de Moscoso e provar a deliciosa carne de vitela ou a chanfana de cabra velha. Boa viagem!

Inicio do Trilho – Aldeia de Formigueiro – Serra da Cabreira

 

Descida em direção ao Pisão

 

Ruínas do Pisão

 

Marcas do trilho

 

Vista para o Nariz do Mundo

 

Zona de arvoredo


Enorme fissura na vertente provocada pela erosão hídrica 

 

Lameiros de Meijoadela – Serra da Cabreira

 

Subida em direcção ao Parque Aventura

 

Parque Aventura - Serra da Cabreira

Parque Aventura- Serra da Cabreira

 

Vista para a aldeia de Moscoso

 

Serra da Cabreira

Descida em direcção à Ribeira e Nariz do Mundo

 

Serra da Cabreira

Moinho antigo

 

Poço das Relvas 

 

Aldeia de Moscoso – Serra da Cabreira

Serra da Cabreira

Gado maronês e barrosão em Moscoso

Lameiros em Moscoso

 

Gado caprino no regresso à aldeia de Formigueiro

 

Informações úteis

Como chegar

Acesso pela CM1700 que liga Cabeceiras de Basto a Moscoso, ou pela ER311 Cabeceiras de Basto – Salto, cortar em Lodeiro de Arque para Moscoso.

Inicio / Fim

Aldeia de Formigueiro, Riodouro

Distância e duração

Aprox. 11,5 km  / entre 4 a 5 horas.

Dificuldade

Média. O trilho está devidamente sinalizado.

Onde comer

Restaurantes “Nariz do Mundo” e “O Moscoso” localizados na aldeia de Moscoso. Preço médio por pessoa 10 a 15 euros.

Onde dormir em Cabeceiras de Basto e na Serra da Cabreira

Recomendo a Casa de Lobos alojamento de montanha, localizado em Cambeses, freguesia de Riodouro.


Booking.com

ORGANIZAR A SUA VIAGEM

ALUGAR CARRO

Reserve aqui o seu automóvel 

SEGURO DE VIAGEM

Faça aqui o seu seguro de viagem 

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

Mapa do Trilho

 

Facebook Comments

Pedro Henriques

Blogger de Viagens

Deixar uma resposta