Roteiro para visitar o nordeste transmontano

Nordeste Transmontano

Roteiro para visitar o nordeste transmontano

O nordeste transmontano é uma região localizada no nordeste de Portugal, abrangendo grande parte do distrito de Bragança. O seu território está dividido em duas áreas bem características: a Terra Fria e a Terra Quente. A norte, Terra Fria abrange os concelhos como Bragança, Vinhais e Miranda do Douro, enquanto a sul, a Terra Quente integra Macedo de Cavaleiros, Mirandela, Alfândega da Fé entre outros.

Esta é uma região com uma identidade muito própria: possui a segunda língua oficial de Portugal, o mirandês, e é muito rica em eventos tradicionais genuínos como a Dança dos Pauliteiros de Miranda ou as festas de origem pagã como a Festa dos Rapazes e os Caretos.

Os inúmeros vestígios arqueológicos atestam a presença humana no território e a sua harmonização com o meio ambiente. Destaca-se a cultura dos berrões, única no nordeste transmontano, que consistia na construções de estátuas zoomórficas ligadas ao culto da fertilidade e rituais religiosos.

Já viajei algumas vezes por esta região, uma delas em modo de cicloturismo, mas tenho a noção que ainda há muito para explorar e descobrir. No entanto, escrevo este artigo com o  objetivo de criar um roteiro para visitar o nordeste transmontano, de modo a abranger os vários temas que norteiam a oferta turística: natureza, património cultural, eventos culturais, gastronomia e alojamento.

Locais a visitar no nordeste transmontano

Parque Natural do Douro Internacional (Mogadouro, Miranda do Douro e Freixo de Espada à Cinta)

É um dos maiores parques naturais em Portugal e forma, juntamente com o Parque Natural Arribes del Duero, uma das maiores áreas protegidas da Europa. O Parque Natural do Douro Internacional constitui uma longa e estreita faixa territorial ao longo do rio Douro e caracteriza-se pelas grandes arribas voltadas para o Douro, os vales encaixados e a grande variedade do substrato geológico. Aqui localizam-se alguns Miradouros que nos oferecem vistas de cortar a respiração.

Esta região é muito rica em património edificado e arqueológico, onde sobressaem os os castros, a arte rupestre, os conjuntos arquitectónicos de algumas aldeias, os solares, os castelos, as igrejas e capelas e os pombais.

arque-Natural-do-Douro-Internacional-Nordeste-Transmontano
Parque Natural do Douro Internacional
Parque-Natural-do-Douro-Internacional Fotos
Parque Natural do Douro Internacional
Parque-Natural-do-Douro-Internacional Fotos
Parque Natural do Douro Internacional
 
Melhores locais a visitar no Parque Natural do Douro Internacional
  • Museu da Terra de Miranda
  • Centro Histórico de Freixo de Espada à Cinta
  • Miradouro do Colado (Mazouco)
  • Aldeia de Bemposta
  • Conjunto de Pombais de Paradela
  • Miradouro de São João de Arribas
  • Estação ferroviária de Barca d’Alva
  • Miradouro de Penedo Durão
  • Antiga Linha do Douro
  • Albufeira de Santa Maria de Aguiar
  • Miradouro do  Alto da Sapinha
  • Miradouro da Cruzinha

Aldeia de Bemposta (Mogadouro)

Bemposta é uma aldeia raiana localizada em pleno Parque Natural do Douro Internacional, no concelho de Mogadouro. Além da sua localização geográfica privilegiada, dominante sobre o vale do Douro, possui um vasto património arquitectónico e arqueológico que reflete a importância histórica desta povoação. Para além do importante núcleo histórico da aldeia, destacam-se o pelourinho, o Castro de Oleiros, a Igreja Matriz, o Miradouro e a Barragem de Bemposta.

Para os amantes de trilhos pedestres, existe um percurso que nos guia à Cascata da Faia d’ Água Alta, uma queda de água com um enquadramento paisagístico  simplesmente deslumbrante.

A Aldeia da Bemposta está inserida na rede das Aldeias de Portugal.

Aldeia-da-Bemposta-Mogadouro Foto
Aldeia da Bemposta
Aldeia-da-Bemposta-Mogadouro Fotos
Aldeia da Bemposta
Melhores locais a visitar em Bemposta
  • Igreja Matriz da Bemposta
  • Pelourinho
  • Cascata da Faia d’ Água Alta
  • Trilho da Cascata da Faia d’ Água Alta
  • Parque Natural do Douro Internacional
  • Barragem da Bemposta
  • Solar dos Marcos
  • Igreja de Lamoso
  • Capela de São Sebastião
  • Miradouro Cardal do Douro
  • Miradouro de São João de Arribas

Rio Sabor

Aquele que foi considerado como o ultimo rio selvagem em Portugal, o rio Sabor, sofreu uma grande transformação com a construção da Barragem do Baixo Sabor. O Sabor tem cerca de 120 km de comprimento e nasce na Serra de Gamoneda em Espanha desaguando no rio Douro. Apesar de danos irreparáveis provocados na biodiversidade desta linha hidrográfica, certamente surgirão algumas vantagens que poderão potenciar o turismo, tal como aconteceu com outros rios de grande envergadura.

Rio-Sabor-Nordeste-Transmontano
Rio Sabor
Rio-Sabor-Nordeste-Transmontano
Rio Sabor
Melhores locais a visitar no Rio Sabor
  • Rio Sabor
  • Praia fluvial da Foz do Sabor
  • Rota das Arribas do Sabor

Podence (Macedo de Cavaleiros)

Podence é uma aldeia do concelho de Macedo de Cavaleiros que é muito conhecida pela sua tradição carnavalesca. Esta tradição, que já vem de tempos antigos, é uma excelente chamariz para os turistas visitarem a povoação, nomeadamente na época do Entrudo. Este ritual profano consiste numa arruada dos rapazes da aldeia, conhecidos como Caretos de Podence, vestidos com fatos de cores vivas e máscaras de madeira, onde chocalham as raparigas solteiras, através de um jogo de cintura, de modo a bater com os chocalhos nas suas nádegas ou ancas.

É considerado por muitos, como o Carnaval mais genuíno de Portugal. Não se esqueça de visitar a Casa do Careto.

Aldeia-de-Podence-Nordeste-Transmontano
Na minha viagem em cicloturismo passagem por Podence
Melhores locais a visitar em Podence
  • Igreja Matriz de Podence
  • Casa do Careto
  • Capela de Santa Eufémia

Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo (Macedo de Cavaleiros e Bragança)

A Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo está situada, na sua quase totalidade, no concelho de Macedo de Cavaleiros e concelho de Bragança, ocupando uma área superior a 3000 hectares. A formação deste imenso espelho de água, proporcionou a várias espécies de aves um excelente local para a sua nidificação, entre as quais destaca-se o mergulhão-de-crista.

Este local é perfeito para a realização de várias actividades ligadas à natureza, como o Vólei de Praia, onde já foi realizado um Campeonato Europeu, o cicloturismo através da ciclovia do Azibo (16 km) e o Trilho Pedestre dos Fornos Antigos.

Em 2012, a Albufeira do Azibo foi uma das vencedoras do concurso Maravilhas de Portugal, na categoria de Praias de Albufeiras e Lagoas.

Paisagem-Protegida-da-Albufeira-do-Azibo Fotos
Albufeira do Azibo
Paisagem-Protegida-da-Albufeira-do-Azibo
Albufeira do Azibo
Melhores locais a visitar na Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo
  • Albufeira do Azibo
  • Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo
  • Praia fluvial da Fraga da Pegada
  • Trilho do Azibo
  • Praia Fluvial da Ribeira
  • Trilho Pedestre dos Fornos Antigos

Vila de Torre de Dona Chama (Mirandela)

É no norte de Mirandela que podemos visitar uma vila cheia de contos, lendas e história: o seu nome é Torre de Dona Chama. Nos últimos anos esta povoação tem perdido habitantes, contudo os testemunhos físicos e imateriais são reflexo da sua importância em tempos passados. Andando pelo núcleo histórico observa-se um interessante conjunto de casas de arquitectura de granito e em alguns casos, fachadas de tabique.  No centro encontra-se o pelourinho, símbolo do estatuto de sede de municipio (até 1855) e a famosa Berroa ou Ursa, um escultura zoomórfica semelhante a uma porca, que poderá datar da Proto-História. Este tipo de estatuária é exclusiva do nordeste transmontano e poderá estar associada à veneração dos animais ou rituais religiosos. Outro monumento de elevado interesse histórico é a Ponte de pedra sobre o rio Tuela, que está classificada como Monumento Nacional.

Torre-de-Dona-Chama-Mirandela
Largo da Berroa em Torre de Dona Chama
Torre-de-Dona-Chama-Mirandela
Paisagem agrícola (cultura de oliveiras) Torre de Dona Chama
Melhores locais a visitar em Torre de Dona Chama
  • Igreja Matriz de Torre de Dona Chama
  • Escola Primária de Torre de Dona Chama
  • Ponte de Vilares
  • Capela e Cruzeiro do Senhor dos Aflitos
  • Igreja de Guide
  • Largo da Berroa
  • Pelourinho
  • Ponte de pedra sobre o rio Tuela

Parque Natural de Montesinho (Bragança e Vinhais)

O Parque Natural do Montesinho é um dos 13 parques naturais existentes em Portugal e localiza-se no extremo nordeste português, em plena Terra Fria Transmontana. Faz fronteira com Espanha a norte, nascente e poente e ocupa uma área de cerca de 75 mil hectares e tem uma relação de grande proximidade com a região da Sanabria.

Esta região possui uma grande diversidade de espécies de flora e fauna. Aqui encontramos manchas importantes de carvalho, castanheiro e bosques ripícolas. Na fauna, “os habitantes” mais famosos são a águia-real e o lobo-ibérico. Dentro do Parque é possível fazer várias actividades de natureza, como os trilhos pedestres.

Nordeste Transmontano
Parque Natural de Montesinho (@Aldeias de Portugal)
Nordeste Transmontano
Parque Natural de Montesinho (foto Montesinho Vivo)
Melhores locais a visitar no Parque Natural de Montesinho
  • Aldeia de Rio de Onor
  • Aldeia de Montesinho
  • Aldeia de Gimonde
  • Parque Biológico de Vinhais
  • Rio de Onor
  • Aldeia de Guadramil
  • Aldeia de Gondesende
  • Rio Maçãs
  • Percurso pedestre do Porto Furado
  • Percurso pedestre Ribeira de Ladrões
  • Percurso pedestre do Ornal
  • Rio Rabaçal
  • Percurso pedestre Termas do Tuela
  • Aldeia de Moimenta

Aldeia de Montesinho (Bragança)

A aldeia de Montesinho situa-se no norte do Parque Natural de Montesinho a apenas 1 km da fronteira espanhola. Este antigo aglomerado encontra-se em excelente estado de conservação, dando a sensação que foi musealizado. É uma aldeia muito rústica, as habitações caracterizam-.se pelas fachadas em granito e os telhados cobertos por lousa.

Na minha passagem por Montesinho tive a oportunidade de fazer o Trilho Porto Furado, um percurso com cerca de 8km, que teve como pontos altos a observação de algumas aves e a visita à barragem da Serra Serrada. Não esquecer também a visita ao Núcleo Interpretativo. A aldeia de Montesinho está integrada na rota das Aldeias de Portugal.

Nordeste Transmontano
Aldeia de Montesinho (@Aldeias de Portugal) 
Nordeste Transmontano
Aldeia de Montesinho (foto Aldeias de Portugal)
Melhores locais a visitar na Aldeia de Montesinho
  • Parque Natural de Montesinho
  • Centro histórico da Aldeia de Montesinho
  • Trilho Porto Furado
  • Museu de Montesinho

Vila de Sendim (Miranda do Douro)

Sendim é uma vila e freguesia do concelho de Miranda do Douro e encontra-se abrangida pelo Parque do Douro Internacional. A sua localização geográfica muito próxima das vertentes acentuadas nas margens do rio Douro deu-lhe a alcunha “Capital das Arribas”. Esta povoação possui um centro histórico interessante com arruamentos estreitos ladeados por casas de arquitectura rústica como é o caso da Rua da Fraga.

Para os viajantes e turistas aficionados pela gastronomia local, como é o meu caso, a posta mirandesa é o prato de referência. Na minha visita a esta terra, tive o prazer de assistir a um evento que tem vindo a crescer nos últimos anos, o Festival Intercéltico de Sendim. Este festival tem trazido a Sendim muitos visitantes e artistas portugueses e estrangeiros para concertos de musica celta e folk.

Melhores locais a visitar em Sendim 
  • Parque Natural do Douro Internacional
  • Estação ferroviária
  • Ermitério os Santos
  • Igreja Matriz de Sendim
  • Fonte do Lugar
  • Capela de São Sebastião
  • Arribas do Douro
  • Capela de Nosso Senhor da Boa Morte

 

Como chegar

Acesso a partir do Porto – A4 – direcção Vila Real-Mirandela/Bragança

Acesso a partir do interior (Guarda) – IP2 – direcção a Bragança

Acesso a partir do sul – (Viseu) A24 – direcção Vila Real/Bragança

Gastronomia

Esta é uma região abençoada no que diz respeito à gastronomia: os pratos típicos que mais gostei e que recomendo foram a posta mirandesa, as alheiras, o presunto e a feijoada.

Alojamento no Nordeste Transmontano

Nas minhas viagens pelo nordeste transmontano fiquei alojado da seguinte forma:

  • Aldeia de Montesinho (alojamento particular por um preço muito acessível (2 pessoas quarto 20 euros/noite);
  • cidade de Macedo de Cavaleiros (D. Antónia) cerca de 30 euros/noite 2 pessoas
  • Sendim, Miranda do Douro, em parque de campismo.

 

ORGANIZAR A SUA VIAGEM

Alojamento 

Alojamento no Parque Natural de Montesinho

Alojamento no Parque Natural do Douro Internacional

Alugar carro

Reserve aqui o seu automóvel 

Seguro de viagem

Faça aqui o seu seguro de viagem 

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

Mapa do nordeste transmontano

Facebook Comments

One Reply to “Roteiro para visitar o nordeste transmontano”

  1. Portugal é um país lindo! Estive uma vez mas tenho planos de voltar. Certamente seguirei suas dicas e visitareis estas regiões, que parecem ser lindas! Adorei as dicas!

Deixar uma resposta