Dicas para visitar a Casa de Tormes em Baião

Casa de Tormes Eça de Queiroz Baião

Dicas para visitar a Casa de Tormes em Baião

É no meio de uma bela paisagem agrícola marcada por vinhedos, árvores de fruto e campos de cultivo que se encontra uma das maiores referências turísticas do concelho de Baião: a Casa de Tormes. A casa designada originalmente por Casa e Quinta de Vila Nova, alberga a sede da Fundação Eça de Queiroz e está situada na freguesia de Santa Cruz do Douro junto da EN108 que liga as cidades do Porto e Peso da Régua.

Esta instituição foi fundada em 1990 pela viúva do neto do escritor, D. Maria da Graça Salema de Castro com o principal objectivo de divulgar e promover a vida e obra de Eça de Queiroz realizando nesse âmbito uma série iniciativas culturais a nível regional, nacional e ou internacional.

Fotos Fundação Eça de Queiroz Santa Cruz do Douro
Paisagem envolvente à Casa de Tormes

Breve História da Casa de Tormes

Em 1890, quando a esposa (filha dos condes de Resende) recebe a herança, é Eça, na altura cônsul em Paris, que vem a Portugal para tomar conhecimento do que haviam herdado. Neste primeiro contacto com Tormes, o escritor fica encantado com as paisagens naturais da região, acabando por aqui se inspirar para escrever o romance “A cidade e as Serras“. Porém, a casa que na altura era utilizada como celeiro para animais encontrava-se num estado deplorável deixando o escritor bastante desiludido.

Visto os caseiros não contarem com a sua presença, estes tentaram oferecer o melhor que tinham, preparando uma refeição improvisada que era composta por canja de galinhaarroz de favas e frango alourado, prato que deliciou o escritor. Apesar de nunca aqui ter vivido, Eça regressou à quinta por mais duas vezes em 1895 e 1899, no entanto é a sua filha que tem a iniciativa de ir viver para Tormes onde começa a remodelação da casa.

Após a morte de Eça, o espólio da casa em Paris foi enviado para Lisboa e daí para para Tormes. Os seus descendentes tiveram o especial cuidado de garantir as condições propicias para que os seus pertences pudessem ser expostos no futuro, dando assim origem à Casa-Museu.

Casa de Tormes Eça de Queiroz Baião
Entrada principal da Casa de Tormes

Como visitar a Casa de Tormes?

A visita à Casa de Tormes não necessita de marcação prévia a não ser para os grupos. Todas as visitas são guiadas e o horário de entrada é 9h30m, 10h30m, 11h30m, 12h30, 14h30m, 15h30m e 16h30m. As visitas têm inicio na sala com a mesa onde o escritor provou o famoso arroz de favas e a canja de galinha. Na mesma sala, está o cadeirão de Jacinto descrito no romance “A Cidade e as Serras”.

Ao lado, está a biblioteca que engloba centenas de livros, fotografias, documentos e a peça mais emblemática: a sua secretária onde escreveu muitos dos seus romances. Podemos ver também numa sala contígua a cabaia de mandarim uma peça de roupa vinda do Oriente, chapeleiras e um quadro oferecido pelo rei D. Carlos. Na sala de estar, destaque para o móvel que contém os objectos pessoais de Eça de Queiroz como o monóculo ou as alianças de casamento. Sala de jantarquarto e cozinha são os espaços da casa que se seguem nesta visita. A aula de história termina com a passagem pela capela e pelos antigos lagares.

Visita Guiada Fundação Eça de Queiroz
Aqui inicia a visita
Biblioteca Eça de Queiroz
Vista geral da biblioteca
Fundação Eça de Queiroz Baião
A secretária de Eça de Queiroz (o escritor escrevia de pé à luz das velas)

Eça de Queiroz Fotos Fundação
Foto de Eça de Queiroz e a esposa

Eça de Queiroz e o Oriente
Cabaia de mandarim oferecida a Eça de Queiroz pelo Conde de Arnoso
Fotos Eça de Queiroz
Malas de viagem
Ramalho Ortigão Eça de Queiroz
O móvel oferecido pelo escritor Ramalho Ortigão, padrinho de casamento de Eça
Sala de Estar Eça de Queiroz
Sala de estar

Eça de Queiroz Paris Baião
Sala de jantar com mobiliário da casa de Eça em Paris
Objetos pessoais do escritor – entre as quais o famoso monóculo

Eça de Queiroz Vida Fotos
Quarto com fotos do escritor
Cozinha Fundação Eça de Queiroz
Lareira da cozinha

Quinta de Tormes Capela Fotos
Acesso à capela (porta no centro da foto)
Capela Casa de Tormes
Acesso externo da capela
Casa de Tormes Fotos
No interior da capela

Antigos Lagares Quinta de Tormes
Antigos lagares de vinho da Casa de Tormes
Jardins Fundação Eça de Queiroz
Jardins da Casa de Tormes

Restaurante de Tormes

Uma visita à Casa de Tormes não pode terminar sem ir ao Restaurante de Tormesinserido no antigo lagar de azeite da casa. O espaço foi requalificado, mantendo o seu aspecto original e rústico proporcionando um ambiente agradável para desfrutar de uma saborosa refeição. Não perca a oportunidade de provar a ementa queirosiana, inspirada nos relatos gastronómicos de Eça de Queiroz.  A ementa é composta por caldo de galinha e arroz de favas com frango alourado. Mas antes, vai ficar surpreendido com as entradas deliciosas como cogumelos salteados, carne em vinha d’ alhos, bolinhos de bacalhau, ovos com presunto, peixinhos da horta entre outros. A refeição é acompanhada pelo vinho verde Tormes, produzido na Quinta.

Ovos com presunto Baião Portugal
Entradas: ovos com presunto

Entradas Restaurante de Tormes Baião
Cogumelos salteados na companhia do vinho de Tormes

Ementa queirosiana Baião Gastronomia
O delicioso frango alourado

Ementa Queirosiana Eça de Queiroz Portugal

O famoso arroz de favas

 

O que ver e fazer no concelho de Baião?

Fruto da sua localização geográfica, banhado pelo Douro a Sul e protegido pelo Marão a Norte, o concelho de Baião oferece ao viajante uma panóplia de actividades e locais a visitar. Dos sítios arqueológicos às aldeias de montanha passando pela gastronomia e a paisagem marcante do rio Douro, não faltam opções para passarmos uns dias num ambiente pródigo de experiências ligadas à cultura e natureza.

Veja aqui o roteiro para visitar Baião.

 

ORGANIZAR A SUA VIAGEM

Hotel – Alojamento em Baião



Booking.com

Alugar carro

Reserve aqui o seu automóvel 

Seguro de Viagem

Faça aqui o seu seguro de viagem 

Gostou deste artigo? Guarde no seu Pinterest

Fundação Eça de Queiroz Baião

Nota: O Espírito Viajante viajou a convite da Fundação Eça de Queiroz, mas toda a avaliação é feita com a maior honestidade, isenção e rigor.

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

Facebook Comments

2 Replies to “Dicas para visitar a Casa de Tormes em Baião”

  1. Fiquei encantada com esse lugar! Que lindo! E morri de vontade de experimentar todas essas comidas! Eu lembro do Cidade e as Serras da época da escola… Super legal aprender sobre os lugares fora da sala de aula!

  2. Que interessante. Quanta história tem a casa hein. As comidinhas do Restaurante de Tormes estão com aspecto maravilhoso. Tenho certeza que é um excelente passeio pra fazer na região.

Deixar uma resposta