Visitar o Algarve: dicas, roteiro, destinos e alojamento

Tours Algarve Portugal

Visitar o Algarve: dicas, roteiro, destinos e alojamento

O Algarve é um dos mais belos destinos de Portugal. Todos os anos, milhares de turistas, vindos de todo o mundo, deslocam-se até ao sul do país atraídos pelo clima mediterrânico e pela linha de costa dominada por falésias e praias de areia fina.

Esta região, com mais de 5000 km2 e aproximadamente 450 mil habitantes, sofreu ao longo dos séculos inúmeras influências arquitectónicas, sociais e culturais provenientes dos vários povos que por aqui se estabeleceram. Cónios, romanos, bárbaros e mouros perpetuaram a sua passagem deixando vestígios importantes como a toponímia, a gastronomia e a arqueologia

A par do património edificado e arqueológico, o Algarve também oferece um vasto leque de cenários naturais. Falamos pois das afamadas praias, mas não só, os parques naturais, os rios, os sapais e as áreas serranas são outras paragens a ter em conta.

Se pretende visitar o Algarve de uma forma independente, em família e sem pensar exclusivamente em praia, escrevi este roteiro para que possa ajudá-lo a planear a sua viagem.

1 – Como Chegar?

O principal ponto de entrada no Algarve é através do Aeroporto Internacional de Faro, situado na freguesia de Montenegro, concelho de Faro. Trata-se de uma infraestrutura moderna, uma vez que foi remodelada e ampliada recentemente. As companhias aéreas mais conhecidas a operar são a TAP, Easyjet, a Jet2.com e a Ryanair. Os voos mais frequentes para o aeroporto de Faro são sobretudo a partir de Londres, Belfast, Manchester, Newcastle, Glasgow, Paris e de outros destinos europeus de frequência sazonal. Em alternativa pode chegar por comboio. Porém, o grosso dos turistas que visitam o Algarve, sobretudo os portugueses, chegam através de meios próprios. Quer viajar para o Algarve? Pesquise voos baratos para Faro com a Skyscanner.

Aeroporto Internacional de Faro Algarve Portugal
Interior do Aeroporto Internacional de Faro

2 – Qual a melhor altura para visitar?

Um dos grandes motivos pelos quais o Algarve atrai muitos turistas é pelo seu clima. A proximidade do Mediterrâneo garante temperaturas agradáveis durante praticamente todo o ano. O Verão é quente e seco e as temperaturas médias oscilam entre os 24ºC e os 29º. Os Invernos são suaves e os níveis de precipitação são baixos relativamente a outras regiões do país. As temperaturas medias apresentam valores entre os 15ºC e os 18ºC e mesmo nesta altura os dias têm 10 horas de sol.

No entanto, o período da Primavera e do Outono será a altura ideal para visitar o Algarve. As condições meteorológicas ainda são muito convidativas para uns banhos de sol e praia, mas há muito menos confusão nos destinos mais concorridos. A afluência de turistas é menor e consequentemente o preço do alojamento e restauração também. 

Quando Visitar Algarve
Agradável fim de tarde na Praia de Quarteira – Algarve

3 – Quanto tempo preciso para visitar o Algarve?

Em primeiro de tudo, dependerá de qual seja o seu objectivo da viagem. A minha visita ao Algarve não passou pelo descanso na praia mas sobretudo para explorar algumas cidades da costa e vilas do interior algarvio. Para fazer algo deste género, precisará pelo menos 4 dias completos, assumindo que terá um carro à sua disposição. Se pelo contrário, optar por descansar e visitar alguns sítios, o período ideal mínimo será uma semana.

Fotos Lagos Algarve Portugal
Lagos é um destino a incluir numa viagem pelo Algarve

Antes de viajar, sugiro que faça um roteiro dos locais a visitar, mas deixe algum espaço livre e fazer algo que não está nos seus planos, até porque durante a viagem vão surgindo locais que não aparecem nos roteiros de turismo. Dou o exemplo da aldeia de Alte, que não estava no meu roteiro inicial. Em cima da hora decidi ir até lá e foi uma surpresa muito agradável, adorei esta povoação.

Aldeias e Vilas Algarve
Centro histórico da Aldeia de Alte (Loulé)

Posso dizer que durante a viagem tinha outros destinos em vista, como Aljezur e Sagres, mas acabei por desistir porque iria passar demasiado tempo em deslocações e menos nos locais.

Se quiser fazer este roteiro, pode estabelecer a base em Quarteira e a partir daí explorar o território conforme lhe for mais conveniente.

4 – Alugar carro, sim ou não?

Se não chegar ao Algarve com carro próprio, aconselho que faça o respetivo aluguer. Apesar da região estar bem servida de transportes públicos, terá outra liberdade para aceder a locais onde não chegam as carreiras, não ficará condicionado aos horários e poderá também desfrutar do prazer de conduzir no meio de paisagens de cortar a respiração. Tenha atenção à franquia que lhe é aplicada e a questão de lhe ser imputadas as despesas em caso de acidente.

No meu caso aluguei através da Rentalcars e paguei 282 euros por 5 dias, com seguro contra todos os riscos e cadeira de criança (está incluido o valor de 40 euros por ter levantado o carro após as 23h). Não foi necessário pagar franquia. Apenas deixei um depósito de 33 euros para o combustível, que posteriormente me foi devolvido.

Algumas dicas importantes:

– faça a sua reserva com alguma antecedência para garantir preços mais baixos.

– alugue o carro com deposito cheio.

– faça um seguro contra todos os riscos e viaje descansado.

– tenha à mão um cartão de crédito (Visa ou Mastercard) porque é necessário para efectuar a reserva (e eventualmente bloquear o valor da franquia).

– verifique que o seu aluguer não tenha limite de quilómetros.

– entregue o veiculo limpo (interior e exterior) ou ser-lhe-à cobrada uma taxa de limpeza.

– em relação às portagens da A22, a empresa irá perguntar se quer ativar a Via Verde (custo médio 10 euros mais franquia). Eu fiz de outra forma. Dias após a viagem, paguei as portagens via site dos CTT, através da matricula do carro alugado.

Faça aqui o aluguer do seu carro

Algarve Rent a Car Aluguer de Carro
O carro que aluguei no Aeroporto de Faro (veiculo tipo B) – visitar o Algarve

5 – Onde dormir / Alojamento no Algarve?

São milhares as unidades de alojamento no Algarve, distribuídas principalmente por hotéis, apartamentos, casas de hóspedes, hostels, resorts e villas. Para os amantes da natureza também estão disponíveis alguns parques de campismo.  Mediante o tipo de alojamento, os preços podem variar entre os 20 e os 400 euros por noite. A tabela de preços é mais cara nos feriadosfins de semana e épocas altas.

Após várias pesquisas e simulações, optei por alugar um apartamento, Casa Zaza em Quarteira, localizado na Rua Paul Harris, junto à Igreja de S. Pedro do Mar. O preço ficou por uma média de 35 euros/noite. O alojamento está inserido numa área residencial caracterizada por um ambiente muito tranquilo. O acesso à praia  é bastante rápido, a cerca de 300m. O apartamento possui 1 quarto e uma cozinha totalmente equipada com um forno e um micro-ondas. Dispõe de uma televisão de ecrã plano, de uma área de estar e de 1 casa de banho. Têm as dimensões ideais para alojar 3 pessoas (eu, a minha esposa e o meu filho). Estava muito limpo e confortável, ideal para ir em família.

A grande vantagem de alugar um apartamento com cozinha equipada é que permite preparar as refeições, por exemplo os jantares, e assim poupar algum dinheiro que seria canalizado para os restaurantes. Em Quarteira existem duas grandes superfícies comerciais onde pode fazer as suas compras, além dos supermercados tradicionais.

Apartamentos Quarteira Algarve
Apartamento que aluguei em Quarteira (Algarve) – Casa Zaza

Procura alojamento?

Pesquise e reserve alojamento no Algarve. O Espírito Viajante agradece.



Booking.com

Reservar alojamento por destino:

Hotéis em Lagos

Hotéis em Portimão

Hotéis em Albufeira

Hotéis em Faro

Hotéis em Tavira

6 – Como explorar o Algarve?

Como pretendia conhecer vários locais da região algarvia, decidi escolher um ponto que geograficamente me facilitasse as deslocações. Na minha opinião, Quarteira é uma excelente escolha, pois fica praticamente a meio do Algarve. Ao nível das acessibilidades, penso que a região está bem servida. A rede viária cobre a generalidade do território permitindo a rápida ligação entre as principais cidades. Através da A22, conhecida por Via do Infante, podemos percorrer o sul algarvio num curto espaço de tempo embora tenha o custo das portagens.

A22 Algarve Portagens Via do Infante
Via do Infante A22

Para quem tenha menos tempo para a viagem, aconselho a utilização da A22. Se tiver mais dias de férias ou não quiser gastar dinheiro na Via do Infante, pode usar a EN125 que liga Vila do Bispo a Vila Real de Santo António, atravessando longitudinalmente o sul litoral algarvio. Mais a norte pode usar outros eixos viários importantes como a EN124 (ligação Portimão – Alcoutim), a EN267 (Aljezur – Mértola) e a EN270 (Tavira – A22)

Estradas Nacionais Algarve Portugal
EN 124 no Algarve

No primeiro dia de viagem comecei por explorar a cidade de Faro e vaguear pelo centro histórico. Depois segui em direcção a Estói. No final do dia ainda passei em Loulé, mas uma chuvada intensa já não me deixou sair do carro. No segundo dia, optei por visitar a área do barlavento algarvio enquanto no terceiro fiz o oposto e visitei parte do sotavento. No ultimo dia visitei Silves, Alte, Vilamoura e Quarteira. Veja o mapa que fiz no ponto 9 por locais de interesse e cores que correspondem a cada um dos quatro dias.

7 – Que locais a visitar no Algarve? (a minha sugestão de roteiro)

Esta é a lista de locais que visitei no Algarve. Como já referi anteriormente, não procurei apenas fazer praia, mas antes um mix de experiências que passaram por centros históricos, castelos, aldeias, sítios arqueológicos, praias, paisagens serranas e natureza. Como podem ver, o Algarve oferece uma série de destinos muito interessantes que não passam apenas pelas águas tépidas e os  extensos areais .

Faro

– Cidade de Faro – centro histórico 

Cidade velha de Faro, conhecida por Vila Adentro encontra-se rodeada por espessas muralhas do período medieval. No interior podemos visitar edifícios históricos como a Sé catedral.

– Jardins e Palácio de Estói 

Palácio com influências arquitetónicas do período Neoclássico, Neorococó e Arte Nova. Encontra-se circundado por espaços ajardinados, decorado por lagos, estátuas e painéis de azulejos.

– Ruínas romanas de Milreu 

As Ruínas romanas de Milreu são um complexo arqueológico classificado como Monumento Nacional. Dentro das várias estruturas que se podem ver a que merece mais atenção é o templo paleocristão.

– Aldeia de Estói 

Pequena povoação com um interessante núcleo histórico onde se destaca a Igreja Matriz.

Cidade Velha Faro Algarve
Foto do Centro Histórico de Faro

Lagos

– Cidade de Lagos 

Cidade histórica com raízes cartaginesas, romanas, barbaras e muçulmanas. Está ligada à epopeia dos Descobrimentos.

– Praia da Batata 

Praia acolhedora perto da Fortaleza de Lagos.

– Farol da Ponta da Piedade 

Farol localizado na Ponta da Piedade construído no inicio do séc. XX.

– Passadiços da Ponta da Piedade 

Percurso pedestre em passadiço de madeira que acompanha a linha da costa e nos oferece vistas fabulosas.

Passadiços Algarve
Passadiços na Ponta da Piedade – Lagos

Portimão

– Vila de Alvor 

Vila situada junto da Ria de Alvor. Dos pontos de interesse a assinalar estão as ruínas do antigo Castelo e a Igreja Matriz, cuja entrada principal impressiona pelos belos ornamentos.

– Passadiços de Alvor 

Trilho de 6 km que liga a Ria de Alvor à Praia dos Três Irmãos.

Aldeia de Alvor Portimão
Igreja Matriz Alvor

Albufeira

– Cidade de Albufeira 

Cidade antiga voltada para o mar. É um dos destinos mais apetecidos de toda a região algarvia.

– Praia do Peneco

Também conhecida como a Praia do Túnel, a Praia do Peneco situa-se sobre a falésia onde cresceu a cidade velha de Albufeira.

Olhão

– Cidade de Olhão 

Olhão está situada junto à Ria Formosa. Um dos ex-libris deste é o mercado municipal, onde se vende o peixe fresco, frutas e legumes.

– Ria Formosa 

Um dos mais belos parques naturais do país que se estende ao longo de 60 kms.

Mercado de Peixe Olhão Algarve
Mercado de Peixe em Olhão

Tavira

– Cidade de Tavira  

O Castelo, a Igreja de Santa Maria e a ponte medieval são alguns dos locais mais emblemáticos da cidade de Tavira.

Visitar Tavira Algarve
Cidade de Tavira

Vila Real de Santo António

– Aldeia de Cacela Velha 

Aldeia situada em frente da Ria Formosa e do mar. Com origens ancestrais, esta povoação possui uma fortaleza e algumas casas tradicionais que lhe dão um aspeto pitoresco.

– Praia da Manta Rota 

Localizada na baía de Monte Gordo, a Praia da Manta Rota é uma das praias mais famosas e concorridas de todo o Algarve.

Aldeia de Cacela Velha Algarve
Aldeia de Cacela Velha

Silves

– Cidade de Silves 

A ponte medieval sob o Rio Arade, a e o Castelo são alguns dos locais que merecem uma visita em Silves.

Turismo Silves Algarve
Cidade de Silves

Loulé

– Aldeia de Alte 

Esta pequena povoação com cerca de 2000 habitantes é considerada como uma das aldeias mais típicas de todo o Algarve. Veja aqui o artigo sobre Alte.

– Cascata Queda do Vigário 

Bela queda de água junto do cemitério de Alte, na parte mais baixa da aldeia.

– Praia e Marina de Vilamoura 

A Marina de Vilamoura é um dos postais turísticos mais famosos do Algarve. Local muito fotogénico e agradável para caminhadas no final do dia.

– Praia de Quarteira 

Outrora uma aldeia de pescadores, Quarteira destaca-se não pela parte urbana mas sim pelo extenso areal.

Fotos Vilamoura Algarve
Marina de Vilamoura

Outros locais a visitar no Algarve

Esta é uma lista de outros pontos de interesse (mas que não visitei). Numa próxima viagem ao Algarve irei colocar uma grande parte destes sítios no meu roteiro.

– Ponta de Sagres

– Parque Natural da Costa Vicentina

– Farol do Cabo de São Vicente

– Aljezur

– Serra de Monchique

– Praia e Grutas de Benagil

– Cidade de Portimão

– Praia da Rocha

– Praia da Falésia

– Cidade de Loulé

– Paisagem Protegida Rocha da Pena

– Miradouro da Arrifana

– Serra do Caldeirão

– Alcoutim

– Castro Marim

– Vila Real de Santo António

8 – Que tours e actividades posso fazer no Algarve?

Durante a sua viagem pelo Algarve poderá fazer vários tours e actividades. Cruzeiros, passeios de kayakobservação de golfinhos são algumas das experiências que poderá desfrutar em vários pontos da região.

Lagos 

Passeios de Kayak

Passeio de Barco à Ponta da Piedade

Portimão

Passeio de Catamaran às Grutas de Benagil

Albufeira

Cruzeiro observação de golfinhos 

Passeios de Jipe

Entrada no Parque Zoomarine

Cruzeiro Pirata

Quarteira

Entrada no Parque Aquashow

Faro

Cruzeiro pela Ria Formosa à Ilha Deserta, Ilha Culatra e Ilha do Farol

Ponta da Piedade Fotos Algarve
Na Ponta da Piedade poderá fazer viagens de barco

9 – Como planear o roteiro pelo Algarve?

O primeiro passo é obviamente fazer um trabalho de pesquisa. Nesse sentido, consultei alguns sites e blogs com dicas úteis e locais a visitar. Sugiro que comecem pelo site oficial do turismo do Algarve, é um bom ponto de partida.

Se perceber como funciona o Google Maps já tem uma boa forma de organizar o seu roteiro. Basta criar um mapa com a sua conta google e adicionar locais de acordo com as suas opções. A partir do momento que tenha uma base, calcule as distâncias de uns locais para os outros de forma a aferir quanto tempo irá demorar em deslocações. Isto irá ajudá-lo a perceber como pode gerir e optimizar os dias da sua viagem.

Tendo em conta que aluguei uma viatura e que tivemos 4 dias completos para visitar os principais pontos de interesse, vou mostrar de que forma organizei o meu roteiro pela região algarvia.

dia 1 (pins vermelhos) – visitar a cidade de Faro, Palácio de Estói e Ruínas Romanas de Milreu 

dia 2 – (pins verdes)  Lagos, Alvor, Albufeira

dia 3 – (pins azuis) Olhão, Tavira e Cacela Velha

dia 4 – (pins amarelos) Silves, Alte, Vilamoura e Quarteira

Mapa do Algarve

9 – Gastronomia, o que provar?

A gastronomia algarvia é fortemente influenciada pela proximidade do mar e pela cultura mediterrânica na qual de verifica uma grande presença do peixe (sardinha, espadarte, atum, polvo, cavala) e mariscos (ameijoas, ostras, camarão). Um dos pratos mais famosos é a cataplana, de origem árabe.

Viajando para o interior, a gastronomia base passa mais pelos pratos de carne (borrego, coelho, porco, javali, perdiz). O cozido de grão e as favas à algarvia são das especialidades mais recomendadas.

Os Dom Rodrigo, os queijos de figo e os figos de amêndoa e chocolate são as grandes referências da doçaria regional.

Fotos Gastronomia Algarve
Espadarte, um peixe típico do Algarve

10 – Quanto vou gastar?

Fazendo a estimativa às despesas realizadas por casal, a viagem teve o seguinte custo:

Voos – Porto-Faro-Porto – 2 adultos + 1 criança (Ryanair) = 230 euros (com bagagem incluída)

Alojamento (5 noites, média 35 euros/noite) = 170 euros

Alimentação  (4 jantares no alojamento e 4 almoços em restaurante) = 150 euros

Aluguer de carro = (seguro contra todos os riscos + cadeira de criança) = 282 euros

Combustível (aprox. 1 depósito gasolina) = 60 euros

Total do custo da viagem (valor aproximado) = 892 euros por casal 

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email

Facebook Comments

Deixar uma resposta