Roteiro para visitar o Douro Vinhateiro

Roteiro para visitar o Douro Vinhateiro

Visitar o Douro Vinhateiro: O Douro Vinhateiro é um dos destinos mais belos e genuínos em Portugal e tem como grande marca, a sua classificação como Património Cultural da Humanidade.

Sendo uma região que já visitei por diversas vezes, decidi compilar neste artigo alguns dos locais que, na minha opinião, constituem uma referência no turismo do Douro Vinhateiro.

Desta forma, proponho um roteiro que lhe poderá servir de guia de viagem na sua visita ao Douro Vinhateiro para uma duração aproximada de 3 a 5 dias, dependendo do tempo que queira passar em cada local.

Este roteiro é variado pois abrange temas como a arqueologia, a arquitetura religiosa, a arquitetura civil, os museus, os miradouros e a natureza, apoiado em sugestões de alojamento e restauração, e além disso possui uma grande amplitude geográfica já que abrange 7 concelhos: Peso da Régua, Lamego, Alijó, Carrazeda de Ansiães, São João da Pesqueira, Vila Nova de Foz Côa e Figueira de Castelo Rodrigo. 

Espero que goste deste artigo e sobretudo que lhe seja útil na sua viagem!

Roteiro para visitar o Douro Vinhateiro:

1 – Museu do Douro (Peso da Régua)

O Museu do Douro localiza-se junto à marginal (EN108) no centro do Peso da Régua. Este equipamento foi inaugurado em 2008 e está albergado no edifício da Casa da Companhia numa conjugação perfeita entre tradição e modernidade. A exposição permanente do museu mostra aos visitantes os momentos históricos em como a região se especializou na produção vinícola e o processo que levou à sua classificação Património Mundial da Unesco em 2001.

Museu do Douro - Visitar o Douro Vinhateiro

Museu do Douro – Visitar o Douro Vinhateiro

 

2 – Solar do Vinho do Porto (Peso da Régua)

O Solar do Vinho do Porto está localizada no centro histórico da Régua e era neste local que funcionava a antiga tanoaria. Aqui estão expostos exemplares de cartografia histórica, fotografias antigas, e artefactos ligados à produção do vinho como as cubas vinícolas.

Solar do Vinho do Porto - Visitar o Douro Vinhateiro

Solar do Vinho do Porto – Visitar o Douro Vinhateiro

Solar do Vinho do Porto Cubas - Douro Vinhateiro

Solar do Vinho do Porto – Visitar o Douro Vinhateiro

 

3 – São Leonardo de Galafura (Peso da Régua)

Foi o primeiro local de referência que visitei no Douro, há cerca de 15 anos! O miradouro de São Leonardo de Galafura é dos locais mais inspiradores do Douro Vinhateiro e teve como seu grande divulgador, o poeta Miguel Torga. Deste espaço, é possível admirar um longo percurso do rio Douro e a paisagem envolvente, dominada pelos socalcos.

 

 

4 – Santuário da Srª dos Remédios (Lamego)

O Santuário da Srª dos Remédios é certamente o ponto de interesse mais famoso de Lamego, um monumento imponente pela sua enorme escadaria que nos leva a uma vista privilegiada sobre a cidade. O templo foi construído nos meados do séc. XVIII em pleno apogeu do período barroco e está classificado como Imóvel de Interesse Publico.

Santuário da Srª dos Remédios (Lamego) Douro Vinhateiro

Santuário da Srª dos Remédios – Visitar o Douro Vinhateiro

 

5 – Sé de Lamego  (Lamego)

A Sé de Lamego é outro dos monumentos a não perder na cidade de Lamego. Esta catedral construída no séc. XII, caracteriza-se pela imensa mistura de estilos arquitectónicos como o românico, o gótico, renascentista e o barroco, fruto das muitas alterações efectuadas ao longo dos séculos. Está classificada como Monumento Nacional.

Sé de Lamego - Visitar o Douro Vinhateiro

Sé de Lamego – Visitar o Douro Vinhateiro

 

6 – Estação do Pinhão (Alijó)

A Estação Ferroviário do Pinhão é dos mais belos exemplares da arquitectura civil de transportes do Douro e a sua fama é justificada sobretudo pelos belos painéis de azulejos que retratam as diferentes fases de produção do vinho. A sua construção data dos finais do séc. XIX, altura em que o comboio chegou ao Pinhão. Estando neste local, aproveite para fazer um cruzeiro pelo rio Douro.

Estação do Pinhão - Douro Vinhateiro

Estação do Pinhão

estação do pinhão Visitar o Douro Vinhateiro

Estação do Pinhão – Visitar o Douro Vinhateiro

 

7 – Quinta do Bomfim (Alijó)

A Quinta do Bomfim é uma das muitas quintas existentes no Douro Vinhateiro e está instalada na vila do Pinhão, junto ao rio Douro. Esta propriedade, considerada um emblema da região foi adquirida pela Dow’s em 1896 e está nas mãos da família Symington desde 1912. Com uma área aproximada de 80 hectares, a quinta tem produzido vinhos de altíssima qualidade, muitos deles premiados internacionalmente, mas também se tem destacado no enoturismo, onde recebeu uma distinção pela edição “Best of Wine Tourism”.

Quinta do Bomfim (3) Douro Vinhateiro

Quinta do Bomfim

Quinta do Bomfim (2) Visitar o Douro Vinhateiro

Quinta do Bomfim – Visitar o Douro Vinhateiro

 

8 – Antiga linha do Tua (Carrazeda de Ansiães)

Prestes a ficar submersa, a antiga linha do Tua percorre cerca de 20 km de vale encaixado, e à medida que vamos caminhando sobre ela, surgem os vários componentes que valorizam este território: as águas calmas do rio Tua, as paisagens vinícolas, as culturas agrícolas, as pontes ferroviárias, os túneis e a paisagem agreste, protegida do Homem aos longo de milhares de anos devido ao seu acesso praticamente impossível.

Linha-do-Tua - Visitar o Douro Vinhateiro

Linha do Tua

Tua - Visitar o Douro Vinhateiro

Linha do Tua

 

9 – Museu do Vinho (São João da Pesqueira)

Inaugurado em 2015, o Museu do Vinho é uma das mais recentes atracções do concelho de São João da Pesqueira. Este equipamento destaca-se pela arquitetura moderna e imponente, dominada pelo vidro e madeira, claramente inspirada pelos barcos rabelos. Possui uma exposição permanente onde é abordada a temática do vinho, cuja visita é ainda complementada por painéis multimédia.

Museu do Vinho - Visitar o Douro Vinhateiro

Museu do Vinho

Museu do Vinho - Visitar o Douro Vinhateiro

Museu do Vinho – Visitar o Douro Vinhateiro

 

10 – Aldeia Vinhateira de Trevões (São João da Pesqueira)

Trevões é uma simpática povoação localizada no concelho de São João da Pesqueira e é uma das 6 aldeias integrantes no roteiro temático das Aldeias Vinhateiras do Douro. Possui um centro histórico muito interessante no qual se destacam a Igreja Matriz, a Casa do Adro, o Museu de Trevões e o Museu de Arte Sacra.

Trevões - Douro Vinhateiro

Aldeia Vinhateira de Trevões 

Trevões - Visitar o Douro Vinhateiro

Aldeia Vinhateira de Trevões – Visitar o Douro Vinhateiro

 

11 – Parque Arqueológico do Vale do Côa – Gravuras rupestres ((Vila Nova de Foz Côa)

O núcleo de gravuras rupestres inseridas no Parque Arqueológico do Vale do Côa foram descobertas no decorrer dos trabalhos de construção de uma barragem do Côa durante os anos 90. Considerado um dos núcleos mais importantes do mundo foi classificado como Monumento Nacional em 1997 e como Património da Humanidade pela UNESCO em 1998. Na minha passagem pelo Parque visitei o nucleo da Canada do Inferno e de Ribeira dos Piscos. Existe um terceiro nucleo, designado de Penascosa. Tem de reservar a visita com alguma antecedência. Consulte o site do Parque para mais informações.

Gravuras Côa - Douro Vinhateiro

Gravuras paleolíticas

 

12 – Quinta da Ervamoira (Vila Nova de Foz Côa)

A Quinta da Ervamoira, do grupo Ramos Pinto, situa-se na freguesia de Muxagata, no concelho de Vila Nova de Foz Côa e beneficia de um enquadramento paisagístico extraordinário, pois surge isolada, e envolta por mais de 200 hectares de campos vinícolas alimentados pelo vizinho rio Côa. Para além desta beleza paisagística, a quinta possui um Museu, cujos temas de exposição abordam o património natural e cultural, com um grande acervo de espólio arqueológico que data do período romano e medieval. Neste espaço pode ainda usufruir da prova de vinhos. A minha ida à Quinta da Ervamoira deu-se na sequência da visita às gravuras rupestres do vale do Côa. Mais informações sobre Ervamoira neste site. 

Quinta Ervoira

Foto Quinta da Ervamoira – Visitar o Douro Vinhateiro

13 – Circuito Arqueológico de Freixo de Numão (Vila Nova de Foz Côa)

Freixo de Numão é uma freguesia do concelho de Vila Nova de Foz Côa e uma das mais ricas na região no que diz respeito a património arqueológico e arquitectónico. Nesse contexto, foi criado um circuito turístico / arqueológico que tem inicio no Museu da Casa Grande, no centro da freguesia, e se vai dispersando pelo território até terminar em Escorna Bois. São ao todo 8 monumentos, cujas cronologias variam entre o período calcolítico, o romano, o medieval e o moderno, e as tipologias abrangem desde povoados, villas, calçadas a moínhos. Saiba mais sobre o circuito aqui.

Ruinas Prazo - Douro Vinhateiro

Povoado arqueológico do Prazo – período romano

14 – Antiga linha do Douro Barca d’Alva – Pocinho (Figueira de Castelo Rodrigo e Vila Nova de Foz Côa)

Visitar a antiga linha férrea que liga Barca d’Alva até ao Pocinho, é uma experiência fascinante que lhe proporcionará uma viagem no tempo, percorrendo ao longo de 30 km a margem do Douro, com passagem por vários exemplos de arquitectura ferroviária (pontes, túneis, estações ferroviárias) e de arquitectura popular, como as casas agrícolas e os pombais.

Barca D ALva Pocinho - Douro Vinhateiro

Antiga linha do Douro (Barca d’Alva – Pocinho)

 

Barca D ALva Pocinho - Douro Vinhateiro

Antiga linha do Douro (Barca d’Alva – Pocinho)

 

Onde dormir no Douro Vinhateiro?

Com o crescimento do turismo na região do Douro, o mercado da hotelaria beneficiou de um enorme impacto, sobretudo no alojamento de turismo rural, casas de férias e hotéis. Dos alojamentos em que fiquei, sugiro os seguintes:

Hotel Vila Galé em Lamego. Unidade hoteleira localizada junto ao Rio Douro, bastante próxima da cidade do Peso da Régua. Faça aqui a sua reserva no Hotel Vila Galé.

 

Douro Yachts & Chalets em São João da Pesqueira. Trata-se de um conceito diferente, uma unidade turística instalada junto ao Rio Douro, onde é possível o aluguer de bungalows e fazer passeio de barcos. Faça aqui a sua reserva no Douro Yachts & Chalets.

Alojamento no Douro - Douro Vinhateiro

Enquadramento fantástico do bungalow sobre o rio Douro – Visitar o Douro Vinhateiro

 

O que fazer no Douro Vinhateiro?

Veja aqui a minha lista de 7 experiências a não perder no Douro Vinhateiro

 

Onde comer no Douro Vinhateiro?

A região do Douro é pródiga no que diz respeito à gastronomia. Existem muitos e bons restaurantes nesta região e podia enumerar dezenas deles, no entanto, vou sugerir quatro restaurantes de gastronomia regional, dos quais tenho experiência comprovada:

Restaurante São Leonardo, Galafura, Peso da Régua

Restaurante Rufete, no Pinhão, Alijó.

Restaurante Cantiflas, Espinho, São João da Pesqueira.

Restaurante Sete e Meio, Meda

Restaurante “o Gordo”, Alijó

 

– ORGANIZE A SUA VIAGEM

Alojamento no Douro Vinhateiro



Booking.com

Alugar carro

Reserve aqui o seu automóvel 

 

Seguro de viagem

Faça aqui o seu seguro de viagem

 

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

 

Mapa do Douro Vinhateiro
Facebook Comments

Pedro Henriques

Blogger de Viagens

9 opinions on “Roteiro para visitar o Douro Vinhateiro”

  1. Tudo nesta região me parece atraente! Quero voltar a este Portugal encantador e explorar mais cidades e regiões e certamente este roteiro é uma das muitas opções e possibilidades que este país incrível oferece! 🙂

  2. Eu recomendo a 100% uma visita ao Douro Vinhateiro, tanto de barco como no comboio/trem turístico! As paisagens são maravilhosas desde a foz do rio e até chegar à fronteira!

  3. Desde que a minha sócia começou a postar alguns posts sobre o Douro lá no blog, estou sonhando em uma hora poder conhecer Portuga e essa região não pode ficar de foral! Ótimas dicas!!

  4. Essa é uma viagem que tenho muita vontade de fazer quando for conhecer Portugal. Umas das minhas sócias no blog esteve no ano passado e desde então fico sonhando em conhecer o destino. A proposito Portugal anda subindo cada vez mais posicoes na minha listinha de destinos prioritarios

  5. Portugal é um país maravilhoso! Pena que muita gente tem “preconceito” e não aproveitam deste país.

  6. Que lugares maravilhosos, e que clima gostoso. Já me imaginei percorrendo esses caminhos e experimentando os vinhos maravilhosos que este país lindo oferece ao mundo! Muito boa matéria. Minha vontade de conhecer Portugal só aumenta!

Deixar uma resposta