Guia para visitar Havana, capital de Cuba

Guia para visitar Havana, capital de Cuba

Visitar Havana: Histórica, elegante, charmosa e vibrante…são muitos dos adjetivos associados a Havana, capital de Cuba.

Havana é uma cidade costeira voltada para o Atlântico, situada na parte noroeste da ilha. Actualmente, é a maior cidade cubana possuindo mais de 2 milhões de habitantes e a 3ª maior área metropolitana das Caraíbas. A evolução urbana está patente nos vários distritos que foram-se formando ao longo dos séculos: o núcleo primitivo Havana Velha, fundado em 1519 pelos espanhóis é o centro cultural e turístico da capital e foi elevado a Património Mundial da Unesco em 1982. Este centro histórico delimitado por um circuito muralhado, possui uma mistura de edifícios de estilo barroco, colonial, neoclássico art deco e modernista e um enorme conjunto homogéneo de casas particulares dotadas de fachadas coloridas, arcadas, varandas e pátios interiores. A presença do vasto complexo defensivo de fortalezas e muralhas (um dos maiores das Américas) justificou-se pela defesa do poderoso estaleiro, considerado o mais completo do Novo Mundo no séc. XVIII.

Havana Central faz fronteira com Havana Velha e é o distrito de Havana com a maior densidade populacional. Aqui encontra-se o Bairro Chinês, hotéis, bares e clubes. Outros distritos como o Vedado, Miramar, Plaza de la Revolucion e Playa caracterizam-se por uma paisagem urbana distintaproporcionando outras ofertas ao viajante (praias, restaurantes e vida nocturna).

Guia para visitar Havana, capital de Cuba

Fotos de Havana

Havana44

visitar Havana

Havana15

visitar Havana

Havana47

visitar Havana

Havana31

visitar Havana

Havana3

visitar Havana

Havana16

Havana7

Havana17

Locais a não perder em Havana

Plaza de la Revolucion (Praça da Revolução)

É uma das maiores praças do mundo e a 2ª maior da América do Norte. Foi concluída em 1959 e designava-se de “Praça Cívica”, mas após a chegada ao poder por Fidel Castro passou a ser conhecida por Praça da Revolução. A praça é dominada pelo memorial a José Marti, com mais de 100m de altura, e pela famosa fachada do Ministério do Interior que ostenta a figura de Che Guevara.

Havana1

Plaza revolucion

 

Parque Central

O Parque Central localiza-se junto do Paseo de Marti no limite com o Capitólio. Este é um espaço dominado pela presença de edifícios de traça arquitectónica relevante como o Grande Teatro de Havana, o Museu Nacional de Belas Artes, o Hotel Inglaterra (o mais antigo de Cuba) e La Manzana de Gómez um antigo centro comercial do inicio do séc. XX. No centro do parque, surge com destaque a estátua de Jose Marti, a primeira de milhares erguidas em Cuba. É no Parque Central que se situa o principal ponto de paragem de autocarros e táxis de Havana Velha.

Havana2

 

Paseo del Prado e Capitólio 

Com a extensão total de 1km o Paseo del Prado (também conhecido por Paseo de Marti) é uma das principais avenidas de Havana. É ao mesmo tempo, um marco no urbanismo da cidade, pois delimita a fronteira entre Havana Velha e Havana Central, e por essa razão, a sua designação inicial ter sido “Alameda de Extramuros”. O seu inicio data de 1770 e prolongou-se até 1830 e a sua construção surgiu pela necessidade de dotar a cidade com uma grande avenida ajardinada, tal como existia em capitais europeias como Paris ou Viena.

Situado no Paseo del Prado,Capitólio Nacional de Cuba é provavelmente o mais majestoso edifício da cidade. Claramente inspirado no modelo existente em Washington, esta maravilha arquitectónica foi inaugurada em 1929 e apresenta um estilo neoclássico, claramente visível nas colunas da fachada principal. Aqui funcionou o governo cubano após a Revolução e actualmente é sede da Academia Cubana de Ciências.

Havanacapitolio

Havana5

 

Plaza Vieja (Praça Velha)

A Plaza Vieja é uma das praças mais bonitas de Havana, marcada por edifícios coloniais de cores variadas, mas tem uma história marcada por sucessivas alterações. As suas origens remontam os meados do séc. XVI numa altura em que a cidade estava numa fase de expansão. Foi alvo de várias transformações no séc. XVIII e XX que a descaracterizaram por completo. Depois da classificação de Havana Velha como Património Mundial da UNESCO a Praça foi recuperada e hoje em dia é um local de cafés, restaurantes, hotéis e museus.

Havana9

Havana10

Havana11

Havana12

 

Coche Mambi

O Coche Mambi é uma carruagem museu construída em 1900 nos Estados Unidos e trazida para Cuba. Serviu como carruagem presidencial para campanhas e visitas oficiais.

Havana37

 

Plaza de San Francisco (Praça de S. Francisco)

A designação dada a esta praça justifica-se pela presença do Convento de S. Francisco, templo construído no entre 1580 e 1591. A praça foi projectada no inicio do séc. XVI com o objetivo de fornecer água aos navios que comercializam com a cidade e serviu também para armazenar as mercadorias que chegavam do porto. Era através deste local que os imigrantes espanhóis chegavam a Cuba. Em frente ao Convento localiza-se o imponente edifício Lonja del Comercio que funcionou como Bolsa de Valores antes da Revolução de 1959 e actualmente alberga a Embaixada do Brasil e agências de noticias.

Havana49

Havana19

Havana38

Havana34

Havana20

 

Zanja Real

O aqueduto de Havana, conhecido por Zanja Real foi o primeiro a ser construído na ilha nos meados do séc. XVI. constituindo desta forma um importante testemunho arqueológico das primeiras infraestruturas urbanas ao serviço da população da capital. Assumiu um papel fundamental na distribuição de água da cidade e outras funções como na força motriz para as industrias de transformação agrícola.

Havana13

Havana48

 

Plaza de Armas (Praça d’ Armas)

Esta é praça mais antiga de Havana, construída em 1520, logo após a fundação da cidade. No final do séc. XVI, a praça perdeu a funcionalidade original e passou a ser um espaço de exercícios militares, razão pela qual o espaço adoptou a designação “Plaza de Armas“. Em 1828, foi construído neste espaço o primeiro edifício neoclássico da cidade: “El Templete”. Vários edifícios históricos rodeiam a Praça:  O Hotel Santa Isabel, o Museu de História Natural, o Palácio dos Capitães Generais e o Castillo de la Real Fuerza. Para quem gosta de livros antigos, existe um mercado diário (excepto Domingos) onde são exibidas obras de vários autores entre os quais Hemingway ou Che Guevara. Destaque também, para a ligação entre a cultura portuguesa e cubana patente nas placas toponímicas feitas em azulejo (Fabrica Viúva Lamego).

Havana23

visitar Havana

Havana40

visitar Havana

visitar Havana

Havana50

 

Praça e Catedral de Havana

Situada na Plaza de la Catedral, a Catedral de Havana é um edifício barroco que ostenta uma impressionante fachada, ladeada por duas torres assimétricas. A sua construção começou nos meados do séc. XVIII (1748) pela mão dos jesuítas e foi concluída em 1787. Os restos mortais de Cristóvão Colombo estiveram no seu interior até à sua transladação para a Catedral de Sevilha em 1898.

A praça está rodeada por edifícios históricos como o Museu de Arte Colonial e o Palácio del Conde Lombillo e é um local privilegiado de restaurantes e esplanadas.

Havana catedral

Havana28

visitar Havana

 

La Bodeguita del Medio

Uma das principais atrações de Havana é a Bodeguita del Medio, um restaurante-bar localizado perto da Catedral da cidade. Surgiu na década de 40 e é aclamado por muitos como o berço do “mojito“. Muitas foram as personalidades ligadas às artes que passaram neste espaço: Gabriel Garcia MarquezSalvador AllendeErrol FlynnPablo Neruda e sobretudo Ernest Hemingway. No seu interior são visíveis quadros, fotografias e autógrafos de famosos que ali marcaram presença.

Havana bodeguita

 

 

Plaza 13 de Marzo

A Praça 13 de Março é um parque urbano de formato retangular que liga o Museu da Revolução ao Parque Mártires de 71. Este é um local ideal para as pessoas descansarem num dos muitos bancos disponíveis. A designação desta praça deve-se a 13 de Março de 1957, dia em que os revolucionários tomaram o Palácio Presidencial.

visitar Havana

 

Museu da Revolução

Construído no inicio do séc. XX, o Museu da Revolução é o mais importante museu de Havana. Serviu como Palácio Presidencial a todos os presidentes cubanos na época anterior à Revolução de 1959. O seu interior foi decorado pela Tiffany & Co de Nova Iorque e contém elementos arquitectónicos neoclássicos. O edifício está classificado como Monumento Nacional.

Havana32

Museu da Revolucion13

visitar Havana

 

El Malecón

Famoso passeio marítimo voltado para o Atlântico com uma extensão de 6km e que vai desde o forte de San Salvador de la Punta até ao Castelo de Stª Dorotea de Luna de la Chorrera. São muitos os turistas e locais que vêm para o Malécon apreciar o fantástico pôr-do-sol.

Havana malecon

 

Quando visitar Havana

Cuba desfruta de um clima subtropical que proporciona dias quentes e solarengos durante praticamente todo o ano. A época alta começa nos meados de Dezembro até meados de Março e volta nos meses de Julho e Agosto. Setembro e Outubro são os meses com maior susceptibilidade às tempestades tropicais (embora Cuba seja dos países caribenhos menos afectados por estes fenómenos)

Como descolar-se

Para quem deseja conhecer a capital de Cuba, principalmente Havana Velha, o melhor será a caminhar.

Existe uma outra opção, o HabanaBusTour, que liga a parte mais ocidental de Havana até ao centro da cidade, num percurso circular. O bilhete custa 5 CUC e tem validade para o dia inteiro, podendo ser utilizado as vezes que desejar. A opção mais cara é o táxi.

Onde comer em Havana

Existem inúmeros restaurantes em Havana Velha, principalmente junto aos locais mais turísticos, havendo gostos e preços para tudo. Recomendo o RestauranteLa Marina” que fica situado entre a Praça Velha e o Convento de S. Francisco. A refeição fica à volta de 12-15 CUC e a oferta gastronómica é variada. O atendimento por parte dos funcionários é bom.

Existe uma outra opção, nomeadamente para os viajantes “lowcost” que é comprar as refeições nas casas particulares. Além de mais barato, é passar pela experiência de “eat like a cuban“.

visitar Havana

 

Hotéis em Havana

Hotéis em Havana

 

Como chegar

Havana possui o Aeroporto Internacional Jose Marti que se situa a cerca de 20 km a sul de Havana Velha. Na saída do aeroporto existe um terminal com táxis e autocarros. Quem tem transfer marcado, segue em autocarros que levam os turistas à porta dos hotéis.

Aeroporto Havana

 

Conselhos úteis 

Existem muitos angariadores nas ruas de Havana, principalmente para restaurantes, espectáculos, venda de charutos e bebidas. Aproximam-se de forma alegre e curiosa mas podem ser um pouco chatos. Um sorriso e manifestar desinteresse na sua conversa já deve chegar para se afastarem.

Mapa de Havana

Facebook Comments

Pedro Henriques

Blogger de Viagens

5 opinions on “Guia para visitar Havana, capital de Cuba”

  1. Muito bom o post. Fez eu relembrar minha viagem….passei por todos estes lugares e outros mais…..so que nao anotei os nomes……temos fotos muito parecidas…..estive em 2006.

    Para mim uma das viagens mais lindas e aventureiras……

  2. Olha, que post completo e bonito. Amei as fotos, lindas demais! Ainda não fui a Cuba, mas este é um post especial para guardar por ser muito explicativo e completo. Parabéns!

  3. Olá Pedro, obrigada pelas boas dicas sobre Havana. Penso que esteve lá recentemente. Gostaria de saber se posso levantar dinheiro em ATM com cartões Mastercard ou como devo fazer para levantar CUC, sem ter de levar muitos euros. Vou viajar por Havana e várias cidades, vou ter de pagar alojamentos em casas particulares, deslicações, excursões, etc. Escrevi à embaixada de portugal em Cuba e disseram que se levantava dinheiro com cartão nos Bancos Metropolitanos e outros, mas não em caixas ATM. Agradeço todas as informações que me possa dar sobre este assunto. Também gostaria de saber se é fácil comprar ecxursões em agencias para Cayo Largo, 3/4 dias com voo + hotel all included.

Deixar uma resposta