Turismo Gerês Montalegre Portugal

Dicas para visitar Pitões das Júnias em Montalegre

Dicas para visitar Pitões das Júnias em Montalegre

Já há vários anos que conheço Pitões das Júnias, pois era a partir deste local que iniciava algumas das minhas actividades pela Serra do Gerês. Desta vez foi diferente, um passeio em família, mas sempre com o sentido que seria a minha primeira visita a este recanto tão especial.

Pitões das Júnias é uma aldeia situada no coração do Parque Nacional da Peneda Gerês, no território concelhio de Montalegre e “desfruta” do estatuto de uma das povoações mais altas de Portugal (altitude de 1100 metros).

O seu enquadramento paisagístico é extraordinário: uma aldeia isolada, rodeada por lameiros e como imagem fundo, as poderosas escarpas e morros graníticos do Gerês. Este aglomerado é densamente povoado, as habitações são de pedra lavrada em granito da região, muito próximas umas das outras e as ruas estreitas cobertas em calçada, característica tipicamente transmontana.

Fotos Gerês Montalegre Portugal

Chegada a Pitões das Junias

Fotos Lameiros Pitões das Junias MontalegreOs lameiros de regadio que envolvem a aldeia de Pitões

O que ver em Pitões das Júnias?

Depois de uma caminhada pelo centro da aldeia decidimos visitar as duas principais atracções de Pitões das Júnias: o Mosteiro e a Cascata.

Aldeias Transmontanas Portugal Centro da aldeia

Fotos de Montalegre Pitões das Junias GerêsAldeia vista ao longe

A implantação do Mosteiro de Pitões das Júnias deixa-nos curiosos, como é possível terem construído o templo no local tão fundo e junto do rio e afastado da povoação? A resposta é simples, a sua função original era um ermitério (por volta do séc. IX), logo a sua construção obedecia a critérios de isolamento dos monges. Posteriormente o Mosteiro passou para a Ordem Beneditina até à sua extinção em 1834. Em 1950 foi classificado como Monumento Nacional.

Turismo Norte de PortugalMosteiro de Pitões das Júnias

Mosteiro de Pitões das Júnias MontalegreJunto do Mosteiro

Turismo Gerês Montalegre PortugalMosteiro de Pitões das Júnias

Logo à frente, cerca de 600 metros podemos ver a Cascata de Pitões, uma queda de água com mais de 30 metros de altura. O acesso a esta maravilha natural é feito por passadiços de madeira, tornando o passeio muito agradavel e menos cansativo se fosse em terreno batido. Apesar disso, são mais de 100 degraus que temos de vencer, mas acreditem, vale a pena o esforço.

Trilhos pedestres GerêsTrilho em direcção à Cascata

Trilhos Gerês MontalegreTrilho em direcção à Cascata

Cascata Pitões das Junias GerêsCascata de Pitões das Junias

Não podemos terminar a viagem pela aldeia sem passar na Padaria de Pitões. Aqui é produzido o famoso Pão de Pitões, feito de centeio. Aconselho a Broa (1,80 euros) e o bolo com massa de brioche com recheio de chocolate  (4,5 euros).

Pitões das Júnias

 

Como chegar

Acesso pela EN103 que liga Braga a Chaves, existem várias saídas que ligam a Pitões. Quem preferir ir pelo interior do Parque Nacional segue pela EM308. Também é possível entrar pelo Lindoso em Espanha e entrar em Portugal por Tourém. Os acessos estão sinalizados.

Onde comer

Recomendo o Restaurante D. Pedro Pitões. Os pratos de carne são de excelente qualidade e aconselho a posta barrosã ou a feijoada à transmontana. O preço é bastante acessível (12 euros por pessoa). Para beber uma cerveja pode passar na Taberna Terra Celta.

Onde dormir

Existem algumas Casas de Turismo em Pitões. Pesquise aqui a oferta de alojamento. 

Eu aconselho uma casa de turismo rural de um amigo meu, Casas de Entre Palheiros que fica em Sezelhe, apenas a 13km de Pitões.

Veja alojamento em Montalegre.



Booking.com

ALUGAR CARRO

Reserve aqui o seu automóvel 

 

SEGURO DE VIAGEM

Faça aqui o seu seguro de viagem 

 

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

Facebook Comments

Pedro Henriques

Blogger de Viagens

3 opinions on “Dicas para visitar Pitões das Júnias em Montalegre”

  1. Portugal é um país tão pequeno, mas tão cheio de lugares lindos para conhecer! Cada vez me apaixono mais pelo país… AMEI esse vilarejo! Um sonho conhecê-lo… Obrigada por compartilhar esse cantinho cheio de charme!

  2. nossa que demais. Passear por essas ruazinhas vendo essa arquitetura, e depois essas paisagens lindas deve ser incrível. Viajei com você lendo o seu texto e vendo essas fotos! demais

Deixar uma resposta