Visitar a Aldeia Histórica de Belmonte

Visitar a Aldeia Histórica de Belmonte

Sabiam que a Aldeia Histórica de Belmonte foi a terra que “deu à luz” uma das personagens mais importantes da História de Portugal? Pedro Alvares Cabral, o grande navegador português que nos descobriu o Brasil.

A Aldeia Histórica de Belmonte localiza-se no concelho de Belmonte, distrito de Castelo Branco, no sopé oriental da Serra da Estrela. O seu nome parece derivar do latim “Belli-monte” que significa “montes de guerra”, aludindo possivelmente aos confrontos bélicos entre lusitanos e romanos.

A presença romana no território é bem visível, quer pelo enigmático Centum Cellas quer pela Villa da Quinta Fórnea. Na Idade Média, além do castelo é documentada também uma sinagoga, comprovando assim a existência de uma grande comunidade judaica, sobretudo de comerciantes.

Como a vila é bastante concentrada, uma tarde deve chegar para ver os locais principais da Aldeia Histórica de Belmonte.

Aconselho a visita!

Como chegar

Quem vem pelo interior Norte, deve seguir pela A25 e depois o IP2. Quem vem pelo Sul, por exemplo em direcção a Castelo Branco, devem seguir pela A23. Em termos de acessos supra-municipais existem as estradas nacionais N232 e N18.

Locais a visitar em Belmonte

Castelo de Belmonte

O seu lugar de destaque no topo da povoação, confere ao Castelo de Belmonte uma das imagens de marca do concelho. Este monumento sofreu diversas alterações arquitectónicas (influencias góticas, manuelinas e até setecentistas), além de ter tido várias funcionalidades ao longo dos tempos

Castelo de Belmonte Aldeia Histórica de Belmonte
Castelo de Belmonte
Muralhas Castelo Belmonte
Detalhe arquitetónico da muralha do castelo

Igreja de S. Tiago – Panteão dos Cabrais

Esta Igreja (e a Capela anexa dos Cabrais)  localizam-se junto ao Castelo, e formam um conjunto classificado como Monumento Nacional. A sua antiguidade reflecte-se nos traços românicos e góticos que lhe são característicos. Posteriormente foram acrescentados elementos arquitectónicos do período manuelino. Neste templo estão depositadas as cinzas de Pedro Álvares Cabral e outros membros da família.

Igreja de S. Tiago Aldeia Histórica de Belmonte
Igreja de Santiago – Panteão dos Cabrais

 Igreja de Santiago - Panteão dos Cabrais
Igreja de Santiago – Panteão dos Cabrais

Capelas de Stº António e Calvário

Muito próximas uma da outra, são contudo de épocas diferentes. A Capela de Stº António foi construída por volta do séc. XVI e ostenta as pedras de armas das famílias Queirós, Gouveias e Cabrais. A Capela do Calvário é do tipo revivalista sendo edificada por volta do séc. XIX.

Capela de Stº António Aldeia Histórica de Belmonte
Capela de Stº António
Capela do Calvário Belmonte
Capela do Calvário

Antigos Paços do concelho

Situado no Largo do Pelourinho, este edifício alberga actualmente a Biblioteca Municipal e terá sido construído por volta do séc. XVI.

Judiaria

Rede Judiarias Belmonte
Simbolo da rede de judiarias

Sinagoga Bet Eliahu

Embora esta sinagoga seja um edifício recente, espelha a importância que a presença judaica teve ao longo dos tempos no território de Belmonte. Existem algumas ruas na proximidade, com sinais judaicos nas ombreiras de portas.

Sinagoga Aldeia Histórica de Belmonte
Sinagoga Bet Eliahu

Solar dos Cabrais / Biblioteca

Solar dos Cabrais Biblioteca Arquivo
Solar dos Cabrais – Biblioteca e Arquivo Municipal

Museu dos Descobrimentos

Instalado no Solar dos Cabrais, o Museu dos Descobrimentos/Centro de Interpretação “À Descoberta do Novo Mundo”, tem como objectivo estudar e divulgar o feito histórico de Pedro Alvares Cabral: a descoberta do Brasil. É uma visita que nos faz recuar 500 anos de história num percurso bem apoiado por meios audiovisuais. Mais informação sobre o Museu vê aqui.

Museu dos Descobrimentos Aldeia Histórica de Belmonte
Museu dos Descobrimentos

Ecomuseu do Zêzere

Ecomuseu do Zêzere
Ecomuseu do Zêzere

Centum Cellas (exterior do Centro Histórico)

Conhecido também por Torre de S. Cornélio, este enigmático monumento de época romana tem alimentado a imaginação ao longos dos anos de arqueólogos e historiadores, porque não se sabe ao certo qual terá sido a sua funcionalidade…para uns, terá sido um templo, para outros um acampamento militar, uma prisão, será tese de outros investigadores. Mas o que importa verdadeiramente, é que é um exemplar único de arquitectura romana e temos a sorte de o poder desfrutar… então, cada um de nós que construa no nosso consciente a sua verdadeira funcionalidade.

Centum Cellas Arqueologia
Torre de Centum Cellas
Sítios arqueológicos Belmonte
Ruínas arqueológicas Centum Cellas
Centum Cellas Aldeia Histórica de Belmonte
Centum Cellas e vestigios arqueológicos nas redondezas

Gastronomia

Em Belmonte podemos encontrar uma gastronomia baseada nos pratos de cabrito (cabrito assado e ensopado de cabrito). Na doçaria tradicional destaca-se o bolo de canela e biscoitos

Festas e romarias

Feira medieval de Belmonte.

Outros locais para visitar

Museu judaico, Ecomuseu do Zêzere, Villa da Quinta Fórnea e o antigo convento franciscano.

Posto de turismo de Belmonte

Castelo de Belmonte – Tel.: 275 911 488. info.serradaestrela@turismodocentro.pt.

Mais informações, vê o site da Câmara Municipal.

Quer saber mais sobre as Aldeias Históricas de Portugal?

Veja aqui o meu roteiro completo pelas Aldeias Históricas

ORGANIZAR A SUA VIAGEM

Alojamento



Booking.com

Alugar carro

Reserve aqui o seu automóvel

Seguro de viagem

Faça aqui o seu seguro de viagem

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

Facebook Comments

4 Replies to “Visitar a Aldeia Histórica de Belmonte”

  1. Já conheço Belmonte há uns anos e tenho sempre gosto em visitar,pois poucos são os Kilmetros que nos separam! No entanto,neste Verão, (2017)mais propriamente,no dia 14 de Agosto, junto com familiares, que vivendo em Toronto,e cujos contactos com judeus, são constantes,por mero acaso,e ao dar um passeio, pela “nossa”Serra da Estrela, acabamos por nos encaminhar, para Belmonte!E ainda bem,pois estava a decorrer a Feira Medieval!Que dizer desta feliz coincidência… Adoramos! Além dos adultos, havia crianças que se divertiram imenso, partilhando brincadeiras com os personagens que iam desfilando nas ruas e tirar fotografias.! Já era tarde,quando regressamos a casa,mas com vontade de não perder outras oportunidades que surjam,como também de dar a conhecer o quanto de bom estas terras teêm para oferecer!

  2. Acho que não há tempo suficiente pra conhecer tudo que Portugal tem pra oferecer!
    Adorei saber sobre Belmonte, uma vila que não conhecia.
    Obrigada pelas dicas =)

  3. Olá Pedro! Ainda não conhećo Belmonte e fiquei bem curiosa, ótimas dicas sobre o lugar e é sempre interessante saber um pouco mais sobre a parte histórica.

  4. Acabei de voltar de Portugal. Uma pena não ter lido esse artigo antes. Nem sabia da existência de Belmonte, mas achei uma vila muito bonita. Anotarei a dica para uma próxima viagem para Portugal (espero que em breve :-)). Ótimo post.

Deixar uma resposta