13 locais imperdíveis na Peneda-Gerês

13 locais imperdíveis na Peneda-Gerês

É no Norte de Portugal que se encontra, na minha opinião, o destino mais apaixonante em Portugal: a Peneda-Gerês.

Este território possui uma paisagem única, no lado mais selvagem e protegido, seduz pelo seu aspecto inóspito e inacessível, visível nas enormes fragas e filões de rocha nua, desfiladeiros e precipícios e pela quase ausência de sinais de mão do homem.

Na parte mais humanizada podemos explorar as aldeias centenárias recheadas por um vasto e riquíssimo património cultural (igrejas, capelas, espigueiros).

Para os leitores que queiram fazer um roteiro de viagem por esta região, sugiro estes  13 locais imperdíveis na Peneda-Gerês. 

 

1 – Castro Laboreiro

Esta pequena aldeia situa-se em plena Serra da Peneda, concelho de Melgaço, e está recheada de património cultural e natural que pode e deve ser explorado.

O castelo é  o principal chamariz, não só pela sua importância histórica, mas também pelo seu impacto visual. Existe um trilho pedestre que nos leva até este recanto ainda relativamente bem conservado, e apesar de ser um percurso de curta duração, iremos nos sentir numa outra dimensão temporal!

 

Ponte vernacular

Ponte e moinho vernacular em Castro Laboreiro

Peneda-Gerês

Castelo de Castro Laboreiro

 

2 – Senhora da Peneda

A Senhora da Peneda é um santuário situado na freguesia de Gavieira, em Arcos de Valdevez. Além do templo religioso e do seu famoso escadório, aqui é o inicio do Trilho da Peneda, que nos leva ao Pântano da Chã do Monte e à Branda de Bouça dos Homens.

Peneda-Gerês

Pântano da Chã do Monte

Peneda-Gerês

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antigos dormitórios da Senhora da Peneda

 

3 – Aldeia do Lindoso

Lindoso é uma aldeia no concelho da Ponte da Barca e é muito conhecida pela sua riqueza patrimonial de grande valor onde figuram o castelo e o fabuloso conjunto de espigueiros, que muito valorizam este núcleo rural.

Os espigueiros concentram-se em volta de uma única eira, revelando desta maneira a importância do comunitarismo tão característico das populações da montanha.

O Castelo do Lindoso está classificado como Monumento Nacional.

Peneda-Gerês

Espigueiros do Lindoso

Peneda-Gerês

Castelo do Lindoso

 

4 – Aldeia do Soajo

A aldeia do Soajo localiza-se na parte sudeste do concelho de Arcos de Valdevez, já inserida em pleno Parque Nacional da Peneda Gerês.

Aqui pode-se visitar o Pelourinho, classificado como Monumento Nacional e grande conjunto de espigueiros, classificado como Imóvel de Interesse Publico. São 24 espigueiros cuja data de construção varia entre o séc. XVIII  e o séc. XIX.

Peneda-Gerês

Espigueiros do Soajo

5 – Santuário de S. Bento da Porta Aberta

É essencialmente durante o mês de Agosto, que se verifica a grande massa de peregrinos provenientes de todo o noroeste português ao mítico Santuário de S. Bento da Porta Aberta, em Rio Caldo, concelho de Terras de Bouro no limite do Parque da Peneda Gerês.

A história deste templo remonta aos meados do séc. XVII onde existia neste local uma capela que possuía um alpendre que tinha sempre as portas abertas, servindo de abrigo a quem por ali passava, originando assim a designação de S. Bento da Porta Aberta.

Já fiz esta peregrinação várias vezes, mas a que mais me marcou foi uma com inicio em Montalegre que durou mais de 12 horas e quase 70 km de caminhada!

Peneda-Gerês

Chegada ao Santuário com saída de Montalegre.

6 – Barragem de Vilarinho da Furna

A barragem de Vilarinho da Furna localiza-se em Terras de Bouro e forma um enorme e fantástico espelho de água alimentado pelo rio Homem. A sua construção em 1971 submergiu a aldeia antiga e comunitária de Vilarinho das Furnas. Quando o nível das aguas está mais baixo, é possível observar as ruínas das habitações, muros e caminhos.

vilarinho das furnas

Ruínas da aldeia de Vilarinho das Furnas

 

7 – Cascata do Arado

É a cascata mais famosa do Gerês e localiza-se no Rio Arado na freguesia de Vilar da Veiga, Terras de Bouro. Este é um dos locais mais visitados do Parque Nacional, principalmente no Verão.

Peneda-Gerês

Cascata do Arado

 

8 – Vale da Teixeira 

O Vale da Teixeira é dos locais mais belos e inspiradores do Gerês. Este vale foi rasgado ao longo de milhares de anos pelo rio Arado conferindo-lhe um aspeto paisagístico de grande valor. É possível desfrutar deste vale através do Trilho do Vale da Teixeira que começa junto à Pedra Bela e termina na Portela de Leonte.

Peneda-Gerês

Vale da Teixeira

 

9 – Miradouro da Pedra Bela

O Miradouro da Pedra Bela é um dos grandes pontos de interesse do Parque Nacional da Peneda-Gerês. A partir deste local ficamos com uma vista privilegiada sobre todo o vale do Rio Gerês até à Albufeira de Caniçada.

Peneda-Gerês

Miradouro de Pedra Bela

10 – Porta Ruivas

Porta Ruivas (também conhecida erradamente por Sombrosas) é um fenómeno geomorfologico extraordinário formado por uma enorme parede rochosa que oferece um cenário digno de um filme. É possível visitar através do Trilho da Vezeira.

Peneda-Gerês

 

11- Meda da Rocalva

Percorrendo o difícil, mas espetacular Trilho da Vezeira é a forma de apreciar mais um fenómeno geológico no Gerês: a Meda da Rocalva. Este maciço granititico com uma forma cónica tem uma coloração esbranquiçada, daí o nome Roca(rocha)alba(branca). Não muito longe daqui, podemos dar um salto à Roca Negra, uma formação geológica de grandes dimensões mas de cor mais escura.

Peneda-Gerês

 

12 – Cascata de Cela Cavalos

A Cascata de Cela Cavalos é uma bela queda de água (com lagoa) na Ribeira das Cavadas que se localiza no trilho que liga as aldeias de Cela e Lapela, no concelho de Montalegre. Este é um local muito tranquilo e perfeito para relaxar ao som das águas límpidas desta ribeira. Também existem alguns moinhos antigos nas imediações da cascata.

Peneda-Gerês

13 – Pitões das Júnias

Pitões das Júnias é uma aldeia situada no coração do Parque Nacional da Peneda Gerês, no território concelhio de Montalegre e “desfruta” do estatuto de uma das povoações mais altas de Portugal.

Além do núcleo histórico da aldeia devemos também visitar as duas grandes atracções de Pitões das Júnias: a Cascata e o Mosteiro que está classificado como Monumento Nacional.

Pitões das Junias6

Mosteiro de Pitões das Júnias

Peneda-Gerês

Cascata de Pitões das Júnias

 

Alojamento na Peneda-Gerês

Pesquise aqui alojamento 


Booking.com

Nota importante: antes de fazer qualquer trilho dentro do Parque Nacional, consulte o site do ICNF, entidade que tutela o Parque.

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

 

Mapa do Parque Nacional da Peneda-Gerês

 

Facebook Comments

Pedro Henriques

Blogger de Viagens

11 opinions on “13 locais imperdíveis na Peneda-Gerês”

  1. Eu nunca tinha ouvido falar destes lugares! Que coisa mais linda!!! Adorei! Da quanto tempo de Lisboa até essa região?

  2. Que lugar interessante. Nunca tinha ouvido falar.. Ainda não conheço Portugal pessoalmente, quando tiver a oportunidade vou tentar incluir essa região no meu roteiro.

  3. Olha só, que lindo este lugar! Eu não conhecia, nunca tinha ouvido falar. Adoro Portugal mas, até hoje, só fiz o roteiro basicão mesmo. Obrigada pela dica.

  4. Nunca tinha ouvido falar sobre esse lugar. Vejo que Portugal guarda lugares mto bonitos, está na hora de passar um tempo aí desbravando tudo isso. Parabéns pelo artigo.

  5. Todas estas paisagens é pura verdade já por lá andei é tudo tão puro que deixa ambição de volta muitas vezes.
    Recomendo a quem tenha epotece, que vá não se arrependerá

Deixar uma resposta