12 boas razões para visitar Montalegre

12 boas razões para visitar Montalegre

Sempre senti uma grande afinidade pela região de Trás-os-Montes, especialmente pelo concelho de Montalegre. Não sei explicar o porquê, mas cada vez que vou visitar Montalegre, sinto que estou em casa. Coincidência ou não, descobri há relativamente pouco tempo que a minha bisavó era montalegrense!

Sentimentalismos à parte, hoje escrevo sobre Montalegre porque apesar de conhecida, é uma região pouco ou nada divulgada nos blogs de viagem e quero dessa forma, prestar o meu contributo a uma terra onde cultivei boas amizades e que tão bem me acolheu.

Decidi assim, não elaborar um roteiro, mas antes enumerar 12 razões (existem outras certamente) pelas quais, na minha opinião vale a pena visitar Montalegre. Boa viagem!

1. Aldeias

Tal como na generalidade das terras transmontanas, as aldeias em Montalegre caracterizam-se por pequenos povoados, onde predomina o material da região: o granito. A arte dos pedreiros ao longo os séculos permitiu criar conjuntos arquitectónicos esteticamente muito atraentes que, em alguns casos, vão conseguindo resistir à invasão das construções em betão.  Estas aldeias caracterizam-se pelo comunitarismo, muito enraizado nas Terras de Barroso, onde os habitantes demonstram grande espírito de entreajuda nas tarefas ligadas à agricultura e pecuária.

Aldeia da Ponteira – uma das imagens mais famosas de Montalegre 

 

2. Trilhos pedestres

Montalegre é um destino imperdível para os amantes da natureza e percursos pedestres. Actualmente dispõe de uma boa rede de trilhos espalhada pelo território municipal, os quais permitem o contacto directo com a natureza e o património cultural. Dos trilhos mais conhecidos destacam-se a Rota do Contrabando, o Trilho de D. Nuno, o Trilho do Rio e o Trilho do Ourigo. Saiba mais no site oficial do município.

Aldeia da Reboreda Trilho

Foto do Trilho de D. Nuno na aldeia da Reboreda, freguesia de Salto – visitar Montalegre

 

3. Parque Nacional da Peneda-Gerês

O Parque Nacional da Peneda Gerês, o único no país, é um dos maiores postais turísticos de Portugal e cerca de 26% da sua área total está inserida no concelho de Montalegre. Este território possui uma paisagem única, no lado mais selvagem e protegido, seduz pelo seu aspecto inóspito e inacessível, visível nas enormes fragas e filões de rocha nua, desfiladeiros e precipícios. Na parte mais humanizada podemos explorar as aldeias centenárias recheadas por um vasto e riquíssimo património cultural (igrejas, capelas, espigueiros).

Serra do Gerês Montalegre

Paisagem inóspita do Gerês – visitar Montalegre

 

4. Albufeiras

São várias as albufeiras que pode visitar em Montalegre: Pisões, Venda Nova, Sezelhe, e Paradela. Estes grandes espelhos de água marcam profundamente a paisagem barrosã e contribuíram enormemente para o impulso económico e demográfico do concelho nos anos 50 e 60. São locais excelentes para a prática de desportos náuticos e para o lazer.

Barragem do Alto Rabagão Montalegre - visitar Montalegre

Albufeira dos Pisões (Barragem do Alto Rabagão) – visitar Montalegre

 

5. Gastronomia

A gastronomia e os produtos locais constituem uma importante bandeira para Montalegre. Quando visitar esta terra, não se esqueça de provar as iguarias típicas da região como o cozido, a posta barrosã e o cabrito. Ajude a economia local comprando produtos tradicionais como o fumeiro, o pão centeio, as compotas e o mel.

 

6. Sexta Feira 13

Quem é que nunca ouviu falar da Sexta 13? Este é o maior evento que se realiza em Montalegre, atraindo milhares de pessoas provenientes de vários pontos do país. Também conhecida pela Noite das Bruxas vive-se nas ruas da vila um ambiente verdadeiramente frenético, cheio de luzes e cores com espectáculos piromusicais, animação de ruaconcertos, dj´s e as queimadas!

Sexta 13 Montalegre

Animação nas ruas na Sexta feira 13 – visitar Montalegre

 

7. Castelo de Montalegre

O Castelo é a grande marca do concelho de Montalegre. Implantado num pequeno outeiro, exibe orgulhosamente a sua torre de menagem, proporcionando um cenário verdadeiramente pitoresco para os viajantes que acabam de chegar à vila. Foi mandado construir pelo rei D. Afonso III no final do séc. XIII e constituiu um ponto estratégico na defesa da fronteira. Assumiu um papel interventivo na crise de 1383-85 e na Guerra da Restauração. Está classificado como Monumento Nacional.

Castelo de Montalegre - visitar Montalegre

Castelo de Montalegre

 

8. Ecomuseus

Montalegre foi dos primeiros municípios em Portugal a adoptar o conceito de Ecomuseu. O Ecomuseu é um museu dedicado ao território, um espaço de memória colectiva e um importante centro de divulgação das tradições de Barroso. Para além do edifício-sede junto do Castelo, existem outros pólos distribuídos por temas como a Corte do Boi em Pitões das Júnias, o Centro Interpretativo das Minas da Borralha em Salto ou a  Vezeira e a Serra em Fafião. Saiba mais no site oficial do Ecomuseu.

Antigas Minas de Volfrâmio da Borralha

Antigas Minas de Volfrâmio – Centro Interpretativo das Minas da Borralha

 

9. Larouco

A Serra do Larouco, cujo nome provém do deus celta Larauco é o ponto mais alto de Montalegre com altitudes superiores a 1500m. Será o melhor miradouro de Barroso, a partir deste local as vistas são fabulosas, Serra do Gerês, Serra do Barroso a Barragem dos Pisões e toda a veiga de Montalegre são os belos cenários diante dos nossos olhos. Segundo os arqueólogos e historiadores terá existido neste sitio um templo romano dedicado a Júpiter.

Serra do Larouco Montalegre

Topo da Serra do Larouco  – visitar Montalegre

10. Lendas

Montalegre é uma terra muito antiga que está envolta em vários mitos e lendas. De todas essas lendas, a mais famosa é sem duvida a da Ponte da Misarela também apelidada de Ponte de Diabo. Segundo reza a lenda a ponte terá sido construída pelo próprio Diabo, em troca da alma de um criminoso foragido que tentava atravessar o rio Rabagão. A esta ponte estão também associados inúmeros rituais ligados à fertilidade feminina.

Ponte da Misarela - visitar Montalegre

Ponte da Misarela – visitar Montalegre

 

11. Paisagem rural

A paisagem rural espelha a relação entre o homem e o território ao longo dos séculos. Irá ficar surpreendido com a beleza das manchas florestais e dos lameiros bem tratados que servem de pasto para a raça autóctone da região: o gado barrosão.

Gado barrosão Montalegre

Gado barrosão a pastar nos lameiros

 

12. Neve

Face à sua posição geográfica, caracterizada por altitudes elevadas, Montalegre é dos primeiros concelhos a receber a neve. Por essa razão, são muitas as pessoas que se deslocam até lá para ver de perto as primeiras nevadas do ano.

Montalegre Neve Larouco

Neve em Montalegre

ORGANIZAR A SUA VIAGEM

ALOJAMENTO EM MONTALEGRE



Booking.com

 

ALUGAR CARRO

Reserve aqui o seu automóvel

 

SEGURO DE VIAGEM

Faça aqui o seu seguro de viagem

 

Precisa de ajuda para elaborar um roteiro? Entre em contacto comigo por email.

 

Facebook Comments

Pedro Henriques

Blogger de Viagens

2 opinions on “12 boas razões para visitar Montalegre”

  1. Perdi a última sexta-feira 13, precisamente este mês. Mas em Maio estive lá. Um frio de rachar… mas foi uma noite fantástica. Talvez com a ajuda da queimada!
    Tenho que explorar esses trilhos e albufeiras.
    Abraço

Deixar uma resposta